Parlamentares debatem novos usos para terrenos às margens da BR-101

Audiência pública da Comissão de Urbanismo da Câmara de Vereadores de Joinville (CVJ) debateu, na noite de terça (6), o Projeto de Lei Complementar 33/2019, que prevê novos usos para terrenos localizados às margens da BR-101, na área de expansão urbana sul. Se o projeto for aprovado, serão permitidas atividades industriais e atacadistas de médio e grande porte nessas áreas.

O texto diz que, em uma faixa de 800 metros, terrenos de Área Rural de Uso Controlado com frente para a BR-101 na área de expansão urbana sul podem usar índices urbanísticos de ocupação do solo de Faixas Rodoviárias inseridas na Área Urbana de Adensamento Controlado.

De acordo com o secretário de Planejamento Urbano e Desenvolvimento Sustentável, Danilo Conti, o objetivo é consolidar áreas já ocupadas por lotes industriais para estimular o desenvolvimento econômico. Ele reforçou que não se trata de urbanização, tendo em vista que não serão permitidos loteamentos para uso residencial.

Empresários que atuam na região criticaram a proposta por ela não contemplar prestação de serviços entre os novos usos permitidos. Jorge Zandoná afirmou que vários prestadores de serviço estão ali instalados, gerando emprego e arrecadação para o município.

Para Elcio Bonessi, se a atividade de prestação de serviços não for incluída entre os usos permitidos, a proposta irá beneficiar apenas a GM. “Deveria ser alterado para beneficiar a comunidade, não apenas uma empresa”, reclamou.

Uma emenda do vereador Rodrigo Fachini (MDB), já aprovada na Comissão de Legislação, inclui na proposta os terrenos com frente para a Rua Parati. Outra emenda, do vereador Wilson Paraíba (PSB), altera o texto de forma que não seja necessário ter frente para a BR 101 para ter essa alteração de usos. A admissibilidade jurídica da emenda de Paraíba ainda não foi analisada pela Comissão de Legislação.


Edição: Felipe Silveira
Foto: Mauro Artur Schlieck/CVJ
Informações: Divisão de Jornalismo da CVJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *