Cosip volta a ser cobrada pela frente do terreno em Joinville

Não deu certo a experiência de cobrança da iluminação pública pela quantidade de energia consumida. Após dois anos dessa forma, a taxa voltou a ser cobrada de acordo com o tamanho da frente do terreno, a “testada”. A alteração na lei da Cosip foi aprovada na quinta-feira (24), por volta das 22 horas, em sessão extraordinária. O Projeto de Lei Complementar 50/2019, da Prefeitura, foi aprovado por unanimidade.

A lei poderá ser aplicada em fevereiro. Estão previstas na proposta a isenção de Cosip para consumidores que dependem de energia para tratamento de saúde – os eletrodependentes – e redução de 75% da taxa para moradores da zona rural.

Durante a tarde, o projeto teve pareceres favoráveis aprovados em Legislação, Urbanismo e Finanças. Na reunião conjunta, porém, vereadores e munícipes criticaram pontos da proposta, como a destinação de dinheiro da Cosip para iluminação de Natal, considerada inconstitucional pelo vereador Maurício Peixer, por exemplo, que votou contra o parecer favorável em Legislação, assim como Rodrigo Fachini (MDB).


Edição: Felipe Silveira
Foto: Mauro Artur Schlieck/CVJ
Informações: Divisão de Jornalismo da CVJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *