Polícia interdita tabacaria que funcionava como casa de shows no Floresta

A Polícia Civil de Santa Catarina interditou, na noite de sexta-feira (23), as atividades de um estabelecimento comercial no bairro Floresta, em Joinville. A ação é do setor de fiscalização de jogos, diversões públicas e produtos controlados da Delegacia Regional de Polícia. A interdição obedeceu a uma requisição da Procuradoria-Geral do Estado em decorrência de decisão do Judiciário.

De acordo com os autos, o estabelecimento operava suas atividades em condições que, em tese, colocava em risco a segurança de consumidores e trabalhadores, motivando a cassação do alvará municipal e na interdição administrativa pela Polícia Civil.

Na decisão do Tribunal de Justiça consta que “ficou comprovado nos autos que o alvará de localização e funcionamento expedido pela vigilância sanitária de Joinville atestava que o (estabelecimento comercial) exercia apenas o comércio varejista de alimentos perecíveis e/ou não perecíveis – tabacaria. No entanto, a realidade mostra que o local operava como casa de shows e eventos, uma vez que os próprios cartazes, folders e anúncios de festividades dispostos em redes sociais anunciavam a pratica”.