Estudantes do IFC Araquari fazem protesto contra corte de verba

Ocorreu nesta terça-feira (7), no Instituto Federal Catarinense (IFC) de Araquari, um protesto estudantil contra o corte de verba/contingenciamento promovido pelo governo federal. Anunciado na semana passada pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, a medida reduz em cerca de 30% o orçamento de universidades e institutos federais. Na unidade de Araquari, o contingenciamento é de 39%.

Por volta das 11h30, os estudantes iniciaram o ato em um bloco do campus. Falaram estudantes, professores e servidores. Depois disso eles confeccionaram cartazes e foram para a frente do instituto. Eles atravessaram a BR-280 e receberam o apoio da comunidade que passava pelo local, com exceção de algumas que se incomodaram por causa da temporária lentidão no trânsito.

O protesto foi organizado pelo grêmio estudantil do Ensino Médio, com participação do Centro Acadêmico da Licenciatura em Ciências Agrícolas, recebendo o apoio de demais centros universitários na sequência. A mobilização, que ocorre em todo o país, começou pouco depois do anúncio dos cortes.

“A história de sucesso dos nossos institutos é uma história de luta construída pelas mãos de todos e agora é a nossa vez de lutar pela permanência da escola pública que é modelo”, disse um estudante durante a manifestação.

De acordo com a direção do campus, o contingenciamento não significa, necessariamente, um corte de verba. Segundo nota, a verba está contingenciada, mas ainda pode ser liberada até o fim do ano. Com os 61% que serão liberados, o instituto garante que as atividades letivas e administrativas não serão afetadas até agosto.


Texto: Felipe Silveira
Foto: Divulgação