Fernando Krelling critica proposta de reforma administrativa

O deputado estadual Fernando Krelling (MDB) criticou a reforma administrativa proposta pelo governador Carlos Moisés da Silva, em que o esporte deixará de ter uma secretaria exclusiva para ser incorporado em outras pastas. Para o joinvilense, a medida acabará gerando um retrocesso e trará pouco ou nenhum avanço para a área.

O parlamentar se manifestou durante reunião da Frente Parlamentar do Esporte, que ocorreu na terça-feira (26), no Plenarinho da Alesc. Krelling rebateu a promessa do governo, que se comprometeu a fazer uma rubrica orçamentária exclusiva para o esporte catarinense.

“Estamos ouvindo falar da possibilidade de daqui alguns meses o governo não conseguir pagar a folha dos servidores. Se a gente não vai conseguir pagar a folha… esquece! Essa rubrica orçamentária não vai aparecer nunca!”, comentou o deputado.

O primeiro encontro da frente, que contou com a presença do presidente da Fesporte, Rui Godinho; do presidente do Conselho Estadual de Esporte, Alexandre Beck Monguilhott; e do presidente do Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina, Vinicius Bion, além de outros deputados e dirigentes, serviu para apresentar a situação esportiva do estado. A partir dela serão elencadas as prioridades do setor.

Edição: Felipe Silveira
Foto e informações: Assessoria de Fernando Krelling

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *