Sem dificuldades, Avaí vence Joinville na Ressacada

O Avaí nem precisou fazer muito esforço para vencer o JEC por 3 a 0 na Ressacada neste domingo (3). Isso porque o Tricolor deu pelo menos dois gols de presente para o rival, em um jogo onde os visitantes cometeram muitos erros. A derrota praticamente sepulta qualquer esperança de classificação do tricolor para as semifinais do catarinense.

O Leão da Ilha tentou tomar a iniciativa no ataque desde o início de jogo, mas só conseguia chegar perto do gol de Jefferson através de bolas cruzadas na área. O JEC demorou para assustar a torcida mandante, mas teve uma grande chance. Após boa jogada de Erick Daltro pela esquerda, Figueiredo recebeu livre, dentro da área, mas bateu por cima do gol. A primeira defesa de Gladson foi só aos 38 minutos. Ciente da dificuldade do Joinville na saída de bola, o técnico Geninho avançou a marcação avaiana. A tática deu certo e o Avaí passou a recuperar a bola ainda no campo de ataque. Ainda assim, a equipe tinha dificuldade de finalizar para o gol.

Porém, aos 24 minutos a defesa joinvilense deu a primeira bobeira da tarde. Após bola cruzada por Caio pela esquerda, Getúlio subiu sozinho entre dois defensores e obrigou Jefferson a fazer um milagre. Mas na sequência, Tiago Costa e Marlon se atrapalharam e ela sobrou para Brizuela finalizar mal, em direção a linha de fundo. Em cima da linha ela pegou em Marlon e se ofereceu para André Moritz só ter o trabalho de tocar para o gol.

Não demorou muito para a defesa joinvilense entregar a paçoca novamente. Aos 44 do primeiro tempo, Marlon tinha a bola sob controle no campo de defesa, mas ao invés de afastar o perigo quando foi pressionado por Caio, o zagueiro tentou proteger a bola e perdeu para o avaiano. Caio então invadiu a área e serviu Alex Silva que não perdoou a falha do Tricolor, 2 a 0.

Ao fim do primeiro tempo a situação do Joinville já era extremamente complicada, a ponto do técnico Zé Teodoro promover mudanças no intervalo. Baianinho e Tiago Costa deram lugar a Arêz e Grampola e a equipe mudou seu esquema tático. Com dois homens de referência, a ordem era mandar a bola na área. Infelizmente para o a torcida joinvilense, cruzamento é um dos piores fundamentos da equipe. Na única vez que um cruzamento encontrou a cabeça de um jogador do JEC, Hugo Almeida estava impedido. Outro fundamento que foi muito mal aproveitado pelo JEC foi o passe. Diversas jogadas de ataque foram desperdiçadas porque a equipes errou uma quantidade incomum de passes no campo de ataque. Rodrigo Figueiredo em especial, estava em um péssimo dia.

Ainda assim o time passou a frequentar mais o campo de ataque e criou oportunidades. Em um cruzamento de Erick Daltro, Betão quase fez contra. Logo depois Grampola puxou contra ataque e serviu Caíque, mas Gladson fechou bem o ângulo e evitou o gol do JEC.

Quem balançaria as redes mais uma vez seria o Avaí. Após bela jogada pelo meio, Getúlio apareceu livre na área, driblou o goleiro e fechou o placar no clássico.

A vitória catapultou o Leão de volta para a liderança do campeonato com 23 pontos. O Leão agora se prepara para o jogo pela Copa do Brasil, na quinta-feira (7) diante do Brasil de Pelotas. Já o JEC permanece em sétimo com 12 pontos e na sexta-feira (8) recebe o Metropolitano pelo estadual na Arena Joinville.

Texto: Vitor Forcellini
Foto: Julio Cesar/JEC

Um comentário em “Sem dificuldades, Avaí vence Joinville na Ressacada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *