Vereadores fiscalizam Hospital São José e capelas mortuárias

Os vereadores de Joinville querem mostrar serviço neste início de ano. Na quinta-feira (21), os parlamentares da Comissão de Saúde visitaram o Hospital Municipal São José (HMSJ) e, na quarta (20), os da Comissão de Urbanismo foram às capelas mortuárias da cidade para verificar as condições dos espaços fúnebres da cidade.

São José

Maurício Peixer (PR), Mauricinho Soares (MDB) e Adilson Girardi (SD) se reuniram, no hospital municipal, com o diretor administrativo-financeiro, Fabrício Rosa, que revelou “plano B” para a falta de medicamentos. Segundo ele, o objetivo é realizar convênios com hospitais privados para tratamentos oncológicos. Só na quarta-feira foram atendidos 163 pacientes na ala oncológica.

A informação sobre os possíveis convênios ainda precisa ser confirmada com a Prefeitura de Joinville, responsável pela unidade. Mas, segundo o diretor, o edital de credenciamento deve ser lançado no mês que vem. Rosa ainda disse que um dos principais problemas é a falta de fornecedores em alguns processos licitatórios.

“Alguns fornecedores não querem nem entregar orçamentos, então estamos partindo pra um plano B”, revelou. A explicação, segundo ele, é que os fornecedores temem não receber em dia e por isso não participam das licitações.

Outro convênio que deve ser firmado é com o hospital paulista Sírio-Libanês. O objetivo é melhorar processos e atendimento, evitando que pacientes esperem muito por exames e pela alta, liberando leitos. Os vereadores percorreram a maior parte do hospital, como a UTI e ala de Acidente Vascular Cerebral (AVC), que está em reforma e deve ser reaberta em abril.

Capelas

Sugerida pela vereadora Tânia Larson (SD), a visita da Comissão de Urbanismo às capelas mortuárias da cidade ocorreu na quarta-feira (20). Os parlamentares foram ao Cemitério Municipal, no bairro Atiradores, e ao Cemitério Nossa Senhora de Fátima, no Itaum, após reclamações de munícipes.

A falta de ar condicionado chamou a atenção de vereadores no Itaum. Eles pediram à coordenação que instale aparelhos para dar mais conforto aos usuários. Nas capelas do municipal, no Atiradores, pediram à coordenação que conserte bancos de madeira e infiltrações no teto e em pilastras.

A comissão também esteve, na manhã de segunda-feira (18), na rua São Paulo para verificar a situação dos abrigos de ônibus. O tema foi discutido na reunião de terça-feira (19), quando um representante da Seinfra disse que a empresa responsável está à espera de aditivos para concluir a obra.

Texto: Felipe Silveira
Foto e informações: CVJ

Um comentário em “Vereadores fiscalizam Hospital São José e capelas mortuárias

  • 25 de Fevereiro de 2019 at 25 de Fevereiro de 2019
    Permalink

    No geral, creio ser importante a transparência dos serviços públicos por aqui, avaliando as reais causas da superlotação, os atendimentos a outros municípios e as dificuldades nos processos licitatórios com compra e conserto de materiais e equipamentos, além da utilização da estrutura hospitalar, já que o corporativismo reinante dificulta a contratação de algumas especialidades. O sistema funerário bem que merece uma investigação mais profunda, não apenas “visitar as capelas mortuárias e verificar as condições físicas”. Existem muitas reclamações sobre como o sistema funciona atualmente, num momento de extrema fragilidade dos familiares enlutados.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *