JEC faz um péssimo primeiro tempo e perde para o Tubarão pelo catarinense

O Joinville foi confiante para o duelo diante do Tubarão, fora de casa. Após a vitória diante do Criciúma, torcedores e jogadores alimentavam a expectativa de vencer o lanterna do estadual e engatar uma boa sequência para subir na tabela. Porém, o JEC que esteve em campo no primeiro tempo foi apático e ineficiente. Não conseguiu defender e nem atacar e isso custou a vitória. O time até reagiu no segundo tempo, mas era tarde. O Tubarão fez 3 a 2 e conquistou seu primeiro triunfo no campeonato.

O técnico Zé Teodoro manteve boa parte do time que venceu o Criciúma. A exceção foi a entrada de Saile na lateral-direita, já que João Ananias foi deslocado para o meio-campo, na vaga de Bulhões, suspenso. Porém, a formação não deu absolutamente nenhum resultado. O time foi engolido pelo Tubarão no primeiro tempo. Com muitos erros na saída de bola, o time não conseguia criar jogadas de ataque. Roberto aproveitava bem as brechas que o lado direito da defesa do Joinville dava e em uma delas abriu o placar. Aos 12 minutos, o camisa 11 recebeu perto do bico da grande área e teve toda a tranquilidade para dominar, ajeitar e bater sem chances para Jefferson.

O gol animou o time da casa, que continuou em cima. Em lance pela direita do ataque, Oliveira cruzou e abola bateu no braço aberto de João Ananias, pênalti. Daniel Costa bateu no canto direito e de Jefferson e ampliou aos 23 da primeira etapa. Vendo as dificuldades do time em campo, Zé Teodoro mexeu no posicionamento dos atletas. Erick Daltro veio jogar na lateral esquerda e João Ananias na direita. Nathan foi para a ponta direita e Saile ocupou seu lugar na ponta esquerda, enquanto Tiago Costa foi deslocado para o meio-campo. As alterações melhoraram o Joinville no jogo e o time começou a frequentar o campo de ataque, ainda sem conseguir finalizar. No melhor lance do time no jogo, Saile passou por dois adversários e caiu na área. Os joinvilenses pediram pênalti, mas Rodrigo Dalonso mandou seguir.

Quando parecia que o JEC entraria na partida, o time errou mais uma saída de bola e o Tubarão não perdoou. Aos 38 minutos, Fio recuperou recuperou a bola e deu belo passe para Daniel Costa tocar na saída do goleiro e fazer o terceiro.

No segundo tempo Zé Teodoro trocou Saile, amarelado, por Eduardo Melo e colocou Daniel Baianinho no lugar de Tiago Costa. O time passou a jogar bem melhor e mesmo errando muitos passes levava perigo ao goleiro Belliato. E o primeiro gol saiu logo aos cinco minutos. Baianinho fez boa jogada pela direita e cruzou para Nathan fazer seu quarto gol no campeonato. O Tricolor continuou em cima e não dava muitos espaços para o adversário contra-atacar. Em uma das poucas oportunidades do Tubarão, Daniel Costa bateu a esquerda do gol do JEC, assustando os visitantes. Aos 24 minutos saiu o segundo gol do Tricolor. De novo Baianinho cruzando da direita e dessa vez foi Hugo Almeida quem colocou para dentro.

O JEC tentou pressionar em busca do terceiro gol, mas errava passes demais no ataque. A equipe ainda teve um pênalti não marcado a seu favor. O Tubarão criou sua melhor chance com Diordi, mas Jefferson fez grande defesa. No fim, apesar de algumas falhas da defesa mandante, o Coelho não conseguiu empatar e amargou sua segunda derrota na competição.

Com o resultado o Joinville encerra o turno com apenas uma vitória em nove jogos. O time atualmente ocupa a sétima posição, com nove pontos, mas pode ser ultrapassado pelo Hercílio Luz no complemento da rodada, que acontece somente no dia 27. No sábado (23), o time recebe o Brusque na Arena. Já o Tubarão ainda é o lanterna com apenas cinco pontos. O time faz o clássico local contra o Hercílio Luz no domingo (24).

Os gols do jogo

Texto: Vitor Forcellini
Foto: Julio Cesar/JEC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *