Mariani e Merísio terão 70% do tempo de rádio e televisão

O Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) divulgou a distribuição do tempo de rádio e televisão, que começa no dia 31 de agosto. Os candidatos a governador Mauro Mariani (MDB) e Gelson Merisio (PSD) ficaram com maiores tempos, 3 minutos e 34 segundos e 3 minutos e 12 segundos, respectivamente.

O terceiro maior tempo ficará com Décio Lima (PT), que terá 1 minuto e 21 segundos. Os outros candidatos terão, no máximo, 11 segundos, como é o caso de Leonel Camasão (PSOL) e Jesse Pereira (Patriota). Os menores são de 6 segundos, para ngelo Castro (PCO) e Ingrid Assis (PSTU). Comandante Moisés (PSL) terá 7 segundos e Rogério Portanova (PV) ficou com 8 segundos.

Na próxima quarta-feira (22), ocorrerá a reunião para elaboração do plano de mídia, ocasião em que será sorteada a ordem de aparição dos candidatos, partidos e coligações na propaganda eleitoral gratuita.

A campanha no rádio e na televisão vai até 4 de outubro no 1º turno, e no período de 12 a 26 de outubro, na hipótese de haver 2º turno.

Distribuição do tempo para o senado

Na distribuição do tempo para o senado, a situação se repete. As coligações encabeçadas por MDB e PSD ficaram com os maiores tempos para propaganda em rádio e televisão.

Os candidatos Paulo Bauer (PSDB) e Jorginho Mello (PR), da coligação Santa Catarina quer mais (PTB, MDB, PSDB, PR, PTB, PPS e DC), terão 2 minutos e 47 segundos na campanha.

Os candidatos Esperidião Amin (PP) e Raimundo Colombo (PSD), da coligação Aqui é trabalho (PP, PSD, PRB, PDT, DEM e PSB) ficaram com 2 minutos e 30 segundos.

As candidaturas petistas de Lédio Rosa e Ideli Salvatti terão 1 minuto e 3 segundos de tempo de propaganda. As outras variam entre 4 e 8 segundos.

Texto: Redação O Mirante
Foto: Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *