Ingrid Assis vai disputar o governo de SC pelo PSTU

Ingrid Assis, do PSTU, é a única mulher entre os candidatos ao governo do estado de Santa Catarina. O partido, que não coligou, terá Ederson da Silva como vice. O lançamento das candidaturas da sigla ocorreu no dia 22 de julho. Ingrid também é a única candidata indígena na disputa ao Poder Executivo catarinense.

Leia também
Carlos Moisés da Silva é o candidato do PSL ao governo de SC
Após acordo entre MDB e PSDB, Napoleão Bernardes será vice de Mariani

Amin retira candidatura e Kleinübing será vice de Merisio
PT vai disputar o governo de Santa Catarina com Décio Lima
MDB oficializa candidatura de Mauro Mariani em convenção neste sábado
PSOL oficializa candidatura de Leonel Camasão ao governo de SC
Portanova e Merisio tem candidaturas oficializadas no fim de semana

A chapa dos socialistas ainda conta com Ricardo Lautert, de Joinville, para o Senado; Gabriela Santetti, de Florianópolis, e Jonas Orben, de Joinville, para a Câmara Federal; DKG Dekilograma, de São José, e Rafaela Brito Pereira, de Criciúma, para a Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc).

Indígena da etnia Sateré-Mawé, Ingrid é professora da rede estadual e dirigente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina (SINTE-SJ). Moradora da Palhoça, Ingrid tem 30 anos e é mãe de duas crianças. Ederson da Silva, candidato a vice-governador, tem 36 anos, é professor da rede pública, dirigente sindical e militante do movimento negro de Criciúma.

De acordo com o partido, o objetivo de suas candidaturas é ser um ponto de apoio para trabalhadores e “denunciar a farsa das eleições como um jogo de cartas marcadas distribuídas pelos ricos e poderosos”.

Texto: Felipe Silveira
Foto: PSTU-SC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *