Udo Döhler encerra negociações e servidores vão paralisar

Os diretores do Sindicato dos Servidores Públicos de Joinville (Sinsej) se reuniram com o prefeito Udo Döhler e equipe na manhã desta segunda-feira (28) para mais uma rodada de negociação. Essa audiência estava agendada para terça-feira e foi adiantada. Segundo o sindicato, não houve por parte da Prefeitura mais nenhum avanço nas respostas da Pauta de Reivindicações.

Assim, os servidores, que já haviam deflagrado estado de greve no dia 24, vão paralisar nesta quarta-feira (30). Nesse dia, haverá assembleia às 9 horas, em frente à Prefeitura.

Na semana passada, a Prefeitura ofereceu um reajuste de 1,69% em agosto e um aumento de R$ 13,05 no vale-alimentação. Nenhum outro item da pauta foi atendido e, até o momento, nem mesmo essa proposta do governo foi oficializada.

“Lamentamos a falta de esforços em tentar atender as pautas, algumas delas sem nenhum impacto financeiro, como a regulamentação da lotação dos servidores sobre a qual conversamos há tantos anos”, disse o presidente do Sinsej, Ulrich Beathalter, ao final da reunião.

Edição: Felipe Silveira
Foto: Jaksson Zanco/Prefeitura de Joinville
Informaões: Sinsej