Governador cobra de Temer dívida de R$ 212 milhões na área de saúde

Em visita a Brasília na última quarta-feira (21), o governador Eduardo Pinho Moreira cobrou do presidente Michel Temer o pagamento de uma dívida de R$ 212,9 milhões da União para com o estado na área da saúde. Ambos os mandatários são do MDB. O pedido foi feito por meio de um ofício.

A origem da dívida, segundo o governo estadual, vem de um déficit mensal de R$ 17,7 milhões causado pela falta de cobertura federal na realização de serviços de alta e média complexidades do estado e dos municípios.

O valor é resultado de um estudo feito em conjunto pelas equipes técnicas da Secretaria de Estado da Saúde e do Ministério da Saúde, e por integrantes do Fórum Parlamentar Catarinense.

No mesmo documento, o governador solicita urgência no repasse de R$ 53,2 milhões, referentes aos serviços de saúde já pagos pelo estado nos meses de janeiro, fevereiro e março deste ano, e que não foram ressarcidos pelo governo federal.

“Solicitamos um acréscimo do teto e repasse ao estado pelo Ministério da Saúde. Com isso, garantiremos um atendimento ainda mais qualificado e poderemos igualar o repasse per capita, na mesma proporção que os gaúchos e os paranaenses. O ministro [da Secretaria de Governo, Carlos] Marun, também está com o assunto nas mãos. Não tenho dúvida de que seremos atendidos. Queremos os três meses deste ano e a partir de abril os R$ 17 milhões todos os meses”, destacou Pinho Moreira.

Edição: Alexandre Perger
Foto: Marcos Corrêa/PR

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *