Vereador propõe inclusão de tipo sanguíneo e fator RH em capacetes

O Projeto de Lei 07/2018, de autoria do vereador Richard Harrison (MDB), determina que capacetes ou uniformes de motociclistas contenham a informação do grupo sanguíneo e do fator RH do usuário. Se aprovada na Câmara de Joinville, a medida passa a valer tanto nos casos de uso particular da moto quanto profissional. A informação deverá constar em local visível.

Com a inclusão da tipagem sanguínea e fator RH em capacetes ou uniformes, busca-se, em caso de acidente, auxiliar os socorristas no atendimento à vítima, economizando tempo para a transfusão de sangue.

“Esperamos promover o debate e buscar alternativas que possam salvar vidas. Com a informação precisa e rápida, aumenta-se a probabilidade de salvar a pessoa, seja ela um eventual usuário de moto ou um profissional, como motoboy e mototaxista”, destaca Richard Harrison.

Segundo texto divulgado pelo vereador, são registrados, em média, 2.300 acidentes envolvendo motociclistas, todos os anos, em Joinville.

Edição: Felipe Silveira
Foto: Renato Araújo/ Agência Brasília
Informações: Assessoria de Richard Harrison

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *