Com parte do 13º salário, estado injeta R$ 2,35 bilhões na economia catarinense

Os servidores públicos estaduais recebem nesta quinta-feira (27) a metade do 13º salário. De acordo com os cálculos da Secretaria de Estado da Fazenda, somando o valor aos pagamentos de junho e julho, o governo está colocando R$ 2,35 bilhões na economia catarinense em um intervalo de 32 dias. Este é o 11º ano consecutivo que o Estado antecipa 50% do pagamento do 13º. A segunda parcela será paga em dezembro.

“Garantir a antecipação foi um desafio, uma verdadeira batalha, porque também temos que fazer economia e vencer dificuldades. Mas nossa equipe se empenhou muito para garantir esta importante injeção financeira na economia catarinense. Isso traz dinamismo, mantém a geração de emprego e fortalece o desenvolvimento do nosso estado”, disse o governador Raimundo Colombo.

Para o secretário de Estado da Fazenda, Almir Gorges, a antecipação do 13 traz a esperança de que a economia volte a crescer e gere uma arrecadação maior.

Os números da Diretoria do Tesouro mostram que os gastos totais com a folha de pagamento dos servidores públicos estaduais de janeiro a julho somam R$ 7 bilhões. Os valores contemplam os servidores ativos (91.783) e inativos (52.929) do Poder Executivo – incluindo as fundações e autarquias estaduais – e pensionistas (10.927) pagos pelo Iprev, em um total de 155,6 mil servidores. Não entram na conta as folhas de pagamento das empresas estatais: Casan, Badesc e Celesc.

Salário de junho
Pagamento em 30/06/2017 – R$ 975 milhões

Antecipação de metade do 13º
Pagamento em 27/07/17 – R$ 398 milhões

Salário de julho
Pagamento em 31/07/2017 – R$ 980 milhões

Valor total injetado no intervalo de um mês – R$ 2,35 bilhões

Edição: Felipe Silveira
Foto: James Tavares/Secom SC
Informações: Secom SC