A uma vitória do G4, Joinville repete escalação contra Mogi Mirim

Após um conturbado primeiro turno — com demissão de treinador e até a lanterna do grupo —, o Joinville enfrenta o Mogi Mirim nesta segunda-feira (10) precisando de uma vitória simples para entrar na zona de classificação para o mata-mata da Série C. Se vencer por três gols de diferença, o Tricolor termina na segunda colocação. O jogo, válido pela nona e última rodada do turno, está marcado para as 21 horas.

Para conquistar os três pontos no Estádio Vail Chaves, em Mogi Mirim, o técnico Pingo repetirá os jogadores de linha da sua estreia no comando tricolor contra o Bragantino. “Tenho que passar tranquilidade e confiança ao grupo que, no jogo de domingo, iniciou um trabalho de recuperação muito bom”, explicou Pingo, ressaltando que é comum a repetição do time titular em seus trabalhos.

A única alteração é no gol, com a entrada de Matheus no lugar de Jhonatan, negociado com o Moreirense, de Portugal. Durante a semana, segundo Pingo, a maior preocupação foi dar volume e intensidade aos treinamentos. O técnico prometeu, na entrevista coletiva de sexta-feira, correções na defesa, setor mais deficiente no último domingo.

“Foi visível que nós não conseguimos antecipar o posicionamento, então criou-se esse problema (vulnerabilidade da defesa)”, comentou o treinador. “Ontem (quinta), no final do treinamento, fiz um trabalho tático somente com jogadores de meio-campo, onde é a nossa força de marcação, e corrigimos”.

Equilibrado, o grupo B do Brasileiro da Série C tem o líder Botafogo-SP apenas a quatro pontos de distância do penúltimo, o Bragantino. O Joinville está na oitava posição, com dez pontos somados em oito partidas disputadas. O duelo entre JEC e Mogi fecha a nona rodada do campeonato.

Provável escalação
Matheus; Buiú, Danrlei, Max e Alex Ruan; Renan Teixeira, Kadu, Tinga e Fernandinho; Grampola e Ricardo Lobo.

Texto: Yan Pedro Kuhnen
Foto: Beto Lima/JEC