Sem resposta de Udo, servidores vão paralisar nesta quinta-feira

Em assembleia na última quinta-feira (6), servidores públicos de Joinville prometeram realizar uma paralisação nesta quinta-feira (13), caso o prefeito Udo Döhler não abrisse negociações da Campanha Salarial 2020. Sem retorno do prefeito, o Sinsej convocou os servidores para a paralisação, às 9 horas, na frente da Prefeitura.

Na tarde de terça-feira (11), em reunião com diretores do sindicato, a secretaria de Gestão de Pessoas, Cintia Friedrich, se comprometeu a buscar atender solicitação do Sinsej e conversar com o prefeito e com a Secretaria de Governo para que as negociações sobre as cláusulas sociais fossem abertas imediatamente. No entanto, ainda não houve um sinal do prefeito.

A direção do sindicato quer conversar com urgência com o prefeito sobre o Projeto de Lei Complementar 3/2020, que propõe mudanças no Ipreville e aumenta a alíquota de contribuição dos servidores para 14%, e sobre o PLC 51/2019, que extingue cargos de supervisor II e cria gratificação para profissionais que vão atuar na sede da Secretaria de Educação. A necessidade de concurso público e de outros itens também estão na pauta.


Edição: Felipe Silveira
Foto e informações: Sinsej

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *