Asfaltamento das ruas Prudente de Moraes, Guilherme e Maceió recebe ordem de serviço

A Prefeitura de Joinville vai assinar, nesta quinta-feira (19), a ordem de serviço para as obras de drenagem e asfaltamento das ruas Presidente Prudente de Moraes, Guilherme e Maceió. A solenidade vai acontecer durante a abertura do Centro de Atendimento ao Cidadão, que fica na rua João Colin, 2.700, no bairro América. A solenidade começa às 17 horas.

Com prazo de oito meses para a conclusão das obras, a Empreiteira de Mão de Obra Adrimar Eireli será a responsável pela execução das obras do contrato número 591/2019. Serão 2.235,70 metros de extensão de ruas que receberão melhorias, sob o custo de R$ 4.657.609,36.

As três vias passarão por obras de reabilitação viária, por meio da requalificação e novo asfaltamento. Alguns pontos da rua Presidente Prudente de Moraes também terão a implantação de nova rede de drenagem.

As obras vão melhorar a trafegabilidade pelas vias e beneficiar os moradores dos bairros Saguaçu, Santo Antônio e Costa e Silva e os demais usuários que utilizam as ruas para deslocamento. A previsão é de que as obras sejam iniciadas no dia 6 de janeiro de 2020.

A rua Maceió, no trecho entre a rua Doutor João Colin e o rio Cachoeira, terá 55,70 metros requalificados. Com extensão de 1.560 metros, a rua Presidente Prudente de Moraes terá o trecho entre as ruas Doutor João Colin e rua Guilherme asfaltado (a maior parte do trecho é de calçamento, atualmente). A rua Guilherme, no trecho que vai da rua Presidente Prudente de Moraes até a Vereador Conrado de Mira, terá uma extensão de 620 metros de novo asfaltamento.

As obras serão financiadas pelo pacote de financiamento de R$ 61 milhões junto ao Banco do Brasil, assinado pela Prefeitura e pelo banco em dezembro de 2017.

Estado prometeu, mas não cumpriu

Em fevereiro de 2018, o então governador Eduardo Pinho Moreira esteve em Joinville e assinou um repasse do governo para adequação de toda a rede de microdrenagem, pavimentação asfáltica e sinalização de trânsito da rua Prudente de Moraes. Mas, segundo a Prefeitura, o repasse de R$ 3,9 milhões não foi concretizado, de modo que o Executivo Municipal decidiu tocar a obra por conta própria.

A pavimentação da rua é uma antiga reivindicação dos moradores da Zona Norte da cidade. Via de grande circulação de automóveis e pedestres, que liga o bairro Costa e Silva à região central, causa incômodo pelos buracos e pelas irregularidades dos paralelepípedos.


Edição: Felipe Silveira
Foto: Google Maps
Informações: Prefeitura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *