“Escuridão Iluminada”, de Lauro Andrade, será aberta no Juarez Machado

“Escuridão Iluminada” é a nova exposição do Instituto Internacional Juarez Machado (IIJM). A mostra de Lauro Andrade apresenta uma interpretação altamente pessoal das viagens que o artista visual realizou ao redor do mundo. A abertura será no sábado (23), às 10 horas.

As viagens do arquiteto aposentado pelo mundo, por lugares como Tanzânia, Irã, Nepal e Índia, são autobiográficas. “Faço parte de uma geração destruída, fragilizada com a quebra de tabus. Nasci no final da segunda guerra mundial e aqui no Brasil fim do Estado Novo e mudança da capital federal para Brasília, que traz uma nova visão de arquitetura e urbanismo. Surge a geração do rock, acontece o Festival de Woodstock e explode a contracultura, que vem quebrando comportamentos e conceitos nessa globalização. Com todas essas mudanças, vejo nas minhas imagens fragmentadas um novo processo de compor esse mosaico social, criando novos ambientes das cenas imagéticas com cortes, interferências e quebra de regras da fotografia. Crio uma narrativa poética dos fragmentos”, analisa o artista de novas mídias.

O processo criativo de Andrade envolve a desconstrução, reestruturação, repetição e reconstrução de imagens compostas de fragmentos de fotografias entrelaçadas com elementos gráficos. O resultado é uma forma dúbia de realismo semi-abstrato, com nuances impressionistas ambíguas.

“Escuridão Iluminada” está aberta para visitação até o dia 7 de fevereiro de 2020, sempre de terça a sábado, das 10 às 18h30. Nos domingos e feriados, das 15 às 18h30. A entrada para a mostra é gratuita.

Lauro Andrade nasceu no interior do Paraná e se mudou para a capital do estado nos anos 60, quando começou sua carreira como arquiteto. Também atuou como professor e, desde 1967, realiza exposições individuais e coletivas. Inquieto politicamente, seu trabalho foi inúmeras vezes recusado pelo caráter vanguardista e questionador.

Neste vídeo divulgado pelo artista na plataforma Vimeo, Andrade e o curador canadense Scott MacLeay falam sobre o trabalho:


Edição: Felipe Silveira
Foto: Nilson Bastian/Divulgação
I
nformações: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *