SC quer simplificar instalação de Pequenas Centrais Hidrelétricas

Buscando mais agilidade no licenciamento ambiental para as pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) em Santa Catarina, o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Lucas Esmeraldino, recebeu representantes do Ministério de Minas e Energia. O encontro serviu para alinhar com o Governo Federal formas de simplificar processos.

Santa Catarina conta com 51 PCHs em operação, sete em construção e 19 empreendimentos ainda não iniciados. A ideia, segundo o secretário, é desenvolver um novo sistema de gestão de liberação de outorga e que conta com uma análise integrada do ambiente.

“Desta forma, vamos diminuir consideravelmente a burocracia desses empreendimentos, que causam menor impacto ambiental e trazem resultados rapidamente. Penso que, seguindo com ações integradas, vamos fomentar ainda mais a geração de novos postos de trabalho em Santa Catarina”, destacou o secretário.

A reunião contou com a presença da chefe da assessoria especial da Secretaria Executiva Meio Ambiente, Maria Aragão Martins, do secretário adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Energético, Hélvio Neves Guerra, do diretor de Minas e Energia da SDE, Cristiano Andrade De Alencar e da diretora de Licenciamento Ambiental do IMA, Ivana Becker.

As fontes de energia limpa e renovável, com enfoque em PCHs, também foram pauta durante a reunião na Capital com representantes de Lages. Na última quinta-feira, 31, o secretário Lucas Esmeraldino esteve com representantes da União das Câmaras de Vereadores da Região Serrana (Uveres) e da Associação de Municípios (Amures).


Edição: Felipe Silveira
Foto: Willian Viana/SDE
Informações: Governo de SC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *