JEC/Krona vence Corinthians e fica a um empate das semifinais da LNF

Centreventos lotado e jogo muito quente. O JEC venceu o Corinthians por 3 a 1 na tarde deste domingo (20) e ficou a um empate das semifinais da Liga Nacional. Mas, o resultado não veio sem uma boa dose de emoção. A partida teve direito a quatro gols, duas expulsões, confusão e muita pressão da torcida e dos times. Os gols tricolores foram anotados por Bruno (2) e Dieguinho. O alvinegro balançou a rede com Matheus.

O técnico Vander Iacovino promoveu mudanças no quinteto inicial para a partida decisiva. Com Willian, Leco, Bruno, Xuxa e Gabriel Penezio, o Tricolor começou o jogo fazendo valer o mando de quadra e pressionando o alvinegro paulista.

Com velocidade e rodando a bola no meio de quadra, o JEC chegava com certa facilidade até o gol de Thiago, mas pecava no último toque.

Não demorou para o Corinthians equilibrar a partida, intensificando a marcação e apostando nas jogadas pelas alas para tentar furar a barreira tricolor.

Como já era de se esperar, o primeiro tempo foi duro, disputado e com momentos quentes.

Nos minutos finais o que era pressão tricolor se transformou em pressão alvinegra e o Corinthians passou os três minutos finais fuzilando o gol do Joinville. Mas, o porto seguro do JEC apareceu mais uma vez e fez ecoar seu nome em um Centreventos lotado. A cada boa defesa, a torcida entoava o nome de Willian, como o melhor goleiro do Brasil. O Tricolor ainda teve a última chance do primeiro tempo, mas o placar continuou zerado quando os times foram para o vestiário.

O JEC voltou disposto a fazer o placar em casa e não demorou para balançar a rede. Pressionando o Corinthians com forte marcação, o JEC provocou o erro adversário e recuperou a bola. Bruno avançou pelo meio e chutou firme, rasteiro e no canto esquerdo. Thiago só conseguiu buscar a bola no fundo da rede.

O Corinthians não sentiu o gol e criou ótimas chances fazendo Willian brilhar para fechar o gol tricolor.

Gabriel teve duas boas chances e desperdiçou e o ditado “quem não faz, leva” castigou o Joinville. Aos 10 minutos, Matheus aproveitou sobra na área e venceu Willian para empatar a partida.

O camisa 10 tricolor estava em um domingo iluminado e aos 14 minutos roubou a bola na quadra de ataque e chutou forte e cruzado da ala esquerda para ampliar.

A estratégia corintiana foi lançar Renatinho como goleiro linha, mas quem continuou assustando foi o Joinville que teve uma bola na trave antes de o clima esquentar no Centreventos.

Aos 18, uma confusão generalizada paralisou a partida. O saldo foi de dois jogadores expulsos, o alvinegro Murilo, velho conhecido da torcida tricolor, e Ciço.

Com a torcida cantando e fazendo a festa na arquibancada, o Joinville ainda fez o terceiro.

Com Jackson Samurai de goleiro linha, o Tricolor trabalhou a bola, Bruno dividiu na quadra de ataque e a bola sobrou para Dieguinho que empurrou para sacramentar a vitória tricolor.

O resultado deixa o JEC a um empate das semifinais. O placar igual garante o Joinville na próxima fase. Em caso de derrota no tempo normal, a partida irá para a prorrogação com vantagem alvinegra.

A partida de volta, em São Paulo, ainda não tem data e horário definidos, mas acontece no fim de semana dos dias 9 e 10 de novembro.

Texto: Drika Evarini
Foto: Juliano Schmidt/JEC/Krona

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *