JEC/Krona busca o empate três vezes diante do Pato

Quem foi ao Centreventos Cau Hansen nesta terça-feira (13) foi brindado com um grande jogo, digno dos dois últimos campeões da LNF. JEC/Krona e Pato fizeram um duelo equilibrado, que terminou em igualdade. No fim, o 3 a 3 não ajudou as equipes a subirem na classificação, mas deixou o torcedor satisfeito com o espetáculo.

Antes da partida os clubes e atletas homenagearam o pivô Douglas Nunes, jogador do Corinthians morto na madrugada de domingo (11). Além de uma faixa agradecendo o camisa 9 do alvinegro paulista, as duas delegações e os árbitros fizeram uma oração no centro da quadra.

Quando a bola rolou o Joinville tentou pressionar desde o início, mas o Pato se defendia bem. Aos poucos os visitantes foram gostando do jogo e em uma escapada, Chimba recebeu libre e abriu o placar. O gol deixou o jogo aberto e a duas equipes criavam boas chances. Com a partida em um ritmo frenético, as faltas foram acontecendo e logo os dois times ficaram carregados. Depois de muito trocar passes na quadra adversária, o JEC empatou. Leandro Caires gingou na frente do marcador e tocou para Bruno Iacovino, que bateu de primeira e marcou um golaço.

A festa tricolor durou apenas três minutos. Foi o tempo que Caio levou para acionar Felipinho no pivô, receber de volta e colocar os visitantes de novo na frente, 2 a 1. Com a vantagem, o Pato adotou uma postura mais defensiva e o Joinville não conseguia furar a defesa do atual campeão.

No segundo tempo o JEC voltou melhor. Com mais velocidade no ataque, o time criava as melhores chances. Aos 10 minutos, em contra-ataque rápido, Leco tentou acionar Genaro na esquerda, mas Chimba desviou e acabou marcando contra. A arbitragem deu o gol para Leco. Depois do empate o Joinville seguiu pressionando, mas em uma bobeira sofreu o terceiro gol. Bola perdida no ataque, Neguinho puxou um contra-golpe veloz e serviu Chimba. O artilheiro da noite só teve o trabalho de empurrar para as redes.

Atrás no placar pela terceira vez, o Tricolor foi com tudo para cima e perdeu várias chances. Jackson Samurai quase marcou em uma cobrança de falta que tocou no travessão, em cima da linha e saiu. O goleiro Djoni foi se transformando na figura do jogo e evitava o empate dos donos da casa. Porém, em uma bola roubada por Samurai, o Joinville armou o ataque e o próprio Samurai apareceu para finalizar para o fundo das redes paranaenses.

Os gols da partida

No final, o Joinville ainda tentou marcar usando o goleiro-linha, mas o placar não mudou. Segundo empate seguido do JEC em casa na LNF.

O JEC segue na quinta colocação, com 29 pontos, enquanto o Pato é o oitavo, com 26. O próximo compromisso do Joinville será pelo catarinense, na quarta-feira (21), contra o Concórdia. Já o Pato só volta à quadra na sexta-feira (23), diante do Toledo, pelo campeonato estadual.


Texto: Vitor Forcellini
Fotos: Juliano Schmidt/JEC/Krona

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *