Feira de arte gráfica e independente ocorre neste fim de semana

Artistas, coletivos, fotógrafos, editoras de publicações independentes e artistas gráficos em geral estarão reunidos, neste sábado (3) e domingo (4), das 10 às 18h30, no Instituto Internacional Juarez Machado, para a primeira edição joinvilense da ReTina, uma feira de arte gráfica que ocorre desde 2016 em Santa Maria (RS).

O evento é organizado por Cris Rios Leme e Renata Dias Maciel, do Ateliê ReTina, de forma independente e com o objetivo de expor, divulgar e comercializar a arte impressa e publicações independentes com foco na produção autoral.

Os expositores, de vários estados do Brasil, vão levar suas colagens, ilustrações, gravuras, fotografias, estampas bordadas, postais, prints, quadrinhos, zines, vestíveis entre outros para expor, trocar e comercializar seus trabalhos e experiências com o público de Joinville. A programação contará com oficinas, bate-papos, atividade interativa, exibição de documentário e lançamentos de publicações independentes.

Um dos trabalhos que será lançado na feira, por exemplo, é “Contos de Gin: Zine Lesbo-Feminista”, de Paula Chiodo. O zine nasce da vontade de revisitar microcontos publicados no Instagram, fazendo uso de colagens e textos escritos à mão. Cada edição do zine apresentará quatro contos que abordam histórias de relacionamentos entre mulheres. A autora também trará ilustrações do projeto #AmoresInvisíveis, que retrata cenas de cotidiano de casais lésbicos, narrando momentos de cumplicidade e simplicidade do amor entre mulheres.

Para Katherine Funke, jornalista e artista multifacetada à frente da Editora Micronotas, a feira é uma ótima oportunidade para conhecer artistas de outros estados e também de Joinville. “Nesse mundo virtual a gente só vê as fotos, as publicações, mas não se conhece pessoalmente”, comenta, destacando que os visitantes vão poder conhecer um pouco melhor a pluralidade desse mercado cultural alternativo.

Ela também comentou sobre o espaço da feira: “É um lugar que foi pensado para receber eventos de artes gráficas e estar ali no instituto é como ser reconhecido também. Mas também acho que o público habitual do local também vai ganhar, com novas perspectivas, com um repertório visual de coisas contemporâneas”.

Além de lançamentos da Micronotas, Katherine vai mediar duas rodas de conversa na feira, uma no sábado e outra no domingo, que vão ocorrer na biblioteca do instituto. Uma delas será sobre os desafios da auto-publicação e a outra sobre coletivos e articulações em redes.

“Os participantes da roda são pessoas com experiências nesses temas e a minha ideia, como mediadora, é fazer com que eles falem, contem histórias e troquem ideias sobre como resolvem as coisas, seus entraves, e assim inspirem o público que quer entender mais sobre esses assuntos”, explicou.

Oficinas

Além da feira, a ReTina vai promover cinco oficinas na sexta-feira (2), no mesmo espaço. Xilogravura, com Sebastião Gaudêncio Branco; Colagem Sensitiva, com Vanessa Neuber; Bordado sobre papel, com Ricardo Rodrigues; Poema em Cartaz, com Cristiano Moreira e Jakson Dartanhan Chiappa; e Aquarela, com Nestor Jr. Clique nos links para saber detalhes das inscrições, horários, custos, pré-requisitos, entre outros.

Mais informações

A entrada na feira é gratuita. Mais detalhes sobre a feira podem ser encontrados na página do evento. O Instituto Internacional Juarez Machado fica na rua Lages, 994.

Texto: Felipe Silveira
Foto: Arquivo da ReTina
I
nformações: ReTina

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *