UBSF Boehmerwald 1 investe na qualidade de vida de moradores

O desenvolvimento de um projeto que tem como objetivo acompanhar, auxiliar e educar a população a respeito da saúde física e mental, realizado pela equipe médica e técnica na Unidade de Saúde da Família (UBSF) Boehmerwald 1, na zona sul de Joinville, está alcançando resultados diferenciados no atendimento da comunidade de sua área de abrangência, principalmente a população idosa.

O projeto “Viver Bem”, implementado em 2016, faz com que o trabalho da unidade vá além do padrão. Além do atendimento convencional da UBSF, os participantes do projeto são incentivados a mudar seus hábitos alimentares, instigados a realizar atividades físicas, recreativas e até familiares.

Duas vezes por semana, às terças e quintas-feiras, os usuários da unidade que aderiram ao projeto são orientados por uma equipe de profissionais da saúde, incluindo nutricionistas, fisioterapeutas, psicólogos, educadores físicos, médicos, enfermeiros e agentes comunitários de saúde, a ter uma vida mais equilibrada e saudável.

A enfermeira Juliete Rosembach, uma das idealizadoras do projeto, explica que o paciente é avaliado em sua integridade, desde o físico até o emocional. “Quando algum fator negativo é observado, a pessoa recebe mais que uma sugestão. Ganha uma prescrição médica. Muitos recebem até educação financeira em busca de maior equilíbrio emocional”, explica.

Aqueles que aderem ao projeto são avaliados duas vezes ao ano, uma no início e outra no final. De acordo com a equipe da UBSF, pelo menos 50% dos 40 moradores que fazem parte do grupo apontam resultados positivos em cada avaliação periódica. Todos passam por exames de glicemia, colesterol, triglicerídeos, peso, circunferência abdominal e sintomas de dores. “O maior número de casos está na reclamação de dores”, explica Juliete. Uma das metas do projeto é incluir um programa de caminhadas semanais com acompanhamento de profissional de educação física.

A enfermeira aponta para o sucesso do projeto pela quantidade de pessoas interessadas. “Nosso trabalho está surtindo resultados muito positivos, ao ponto de termos mais interessados que nossa capacidade de atendimento”, afirma. Ela acredita que existe a possibilidade do número de pessoas que aderiram ao projeto dobrar após a unidade ser transferida para uma nova sede mais ampla, que está em construção na rua Universidade. A transferência está marcada para o final de julho deste ano.


Edição: Fernando Costa
Informações: Prefeitura de Joinville
Foto: Secom/Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *