Agora é correr para o abraço: a Napkin vai para Nova Iorque

Kimberly Neves e Natana Alvarenga, a dupla que forma a banda de rock joinvilense Napkin, está na final do Battle of the Bands, concurso mundial de bandas promovido pelo Hard Rock Cafe, que será disputada em Nova Iorque. Inscritas como “quem não quer nada”, por sugestão de uma fã, a banda superou milhares de concorrentes e agora disputa o grande prêmio com uma banda de Nashville (EUA) e Glasgow (Escócia).

“Cara, a gente tá na final”. Foi assim que, ainda incrédula, Kim contou a notícia. Elas esperavam a notícia para quarta-feira (22), conforme previa o regulamento, mas a ansiedade a levou a dar uma olhadinha na página para conferir ainda na terça-feira (21), se deparando com o resultado. Passado o choque inicial, veio a festa.

“A gente começou a gritar, pelar, chorar — a gente chorou muito! —, eu liguei para os meus pais, ela ligou para os pais dela. Foi uma coisa muito surreal, a gente não esperava aquilo naquele momento”, revelou Natana. Para ela, a ficha só vai cair de verdade quando elas estiverem lá.

Agora a dupla se prepara para a viagem (vistos etc.) e prepara o show da final no palco do Paramount Theater. Elas planejam um set list diferente do que foi no show de Curitiba [da final nacional do concurso], já que o show em NY será um pouco mais curto, além de outros elementos da estrutura do palco e figurino, por exemplo. “É um baita desafio, porque esse daqui (o show de Curitiba) foi o melhor show que a gente já fez até hoje. Bater isso e tentar fazer um show melhor ainda, com menos tempo, é um desafio muito grande”, conta a vocalista.

Um desafio que se torna ainda maior por causa de uma parte do público que estará presente na final. Produtores das maiores empresas do ramo da música vão acompanhar a final. Além da oportunidade de serem vistas por eles, Natana destaca que isso também é uma responsabilidade. “Mais do que ganhar esse prêmio, a gente tem a responsabilidade de chegar lá e fazer um trabalho muito bem feito. Tem o dever de mostrar do que o Brasil é capaz, de mostrar o que o Brasil tem.”

Se vencer o concurso, a Napkin vai receber US$ 15 mil. Mas, mais do que o prêmio, a oportunidade de tocar em NY e a chance de se apresentar para grandes produtores mundiais, a banda está feliz pelo imenso apoio que recebeu em um momento que veio bem a calhar, como Natana explica no áudio abaixo.

Ouça


O show será no dia 21 de junho.


Texto: Felipe Silveira
Foto: Hard Rock Cafe de Curitiba

Um comentário em “Agora é correr para o abraço: a Napkin vai para Nova Iorque

  • 23 de Maio de 2019 at 23 de Maio de 2019
    Permalink

    wowwwwww…..só emoção escutando tanta simplicidade e humildade ! O universo está a seu favor, vcs merecem muito

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *