Vilfred Schapitz confirma multa rescisória de Agnello Gonçalves

Após alguns rumores de divergências em relação ao contrato do executivo de futebol, Agnello Gonçalves, o presidente Vilfred Schapitz esclareceu a questão. O mandatário tricolor admitiu que o contrato do dirigente iria até abril de 2020 e que existe um valor a ser pago por conta da rescisão.

No primeiro momento circulou uma informação de que o contrato de Agnello teria vencido no final de abril e que havia apenas um e-mail do então diretor de futebol Alexandre Poleza falando sobre uma possível renovação, mas sem um novo contrato assinado. Agnello desmentiu a informação e afirmou que seu contrato iria até o final do estadual de 2020. Segundo ele, a situação foi conversada com o presidente do clube.

Vilfred confirmou a informação. O mandatário do JEC afirmou que pretende conversar com seu ex-funcionário para tentar diminuir o valor a ser pago. “Estamos chegando no acerto. Lógico que não queremos pagar todas as multas. Vamos fazer uma compensação financeira com ele, um acerto e a vida segue. Ele também está disposto a acertar. É uma pessoa que gosta de Joinville, deve permanecer morando na cidade. No contrato dele existe uma situação que é até o final da Série D e depois até abril de 2020. Mas ninguém vai chegar nesse ponto de pagar grandes indenizações pra ele. É nisso que estamos trabalhando. Não adianta também mandarmos ele embora e daqui a pouco ele estar na justiça com uma interpretação do juiz. O que temos que fazer é acertar e ele segue a vida dele”, explicou Vilfred.

Nem o clube e nem o executivo confirmam, mas a multa rescisória gira na casa dos R$ 110 mil, referentes a 50% dos salários que ainda seriam pagos ao profissional. Agnello ainda alega ter feito alguns empréstimos ao clube no período em que esteve a frente do futebol tricolor. O dirigente já comunicou a diretoria que deseja reaver o valor.

Texto: Vitor Forcellini, com auxilio de Yan Pedro
Foto: Beto Lima/JEC

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *