Sob pressão e modificado, JEC encara Avenida em jogo que trata como “final”

Com apenas um ponto nas duas primeiras partidas, o Joinville entra na última rodada do turno da Série D contra o líder Avenida já pressionado. Uma derrota ou até mesmo um empate poderia deixaria a equipe na necessidade uma arrancada — rara nos últimos anos — para seguir rumo ao mata-mata.

Surian tem apenas duas vitórias em oito jogos pelo JEC

É por causa desse contexto que o técnico Felipe Surian trata o confronto deste domingo, às 16 horas, em Santa Cruz do Sul (RS), no Estádio dos Eucaliptos, como uma “final”. Apesar do clichê futebolístico e de uma derrota não significar a eliminação matemática, a palavra carrega a importância que o treinador dá ao confronto.

“Vamos dizer que, de agora para frente, mais do que nunca, são sempre finais. Vamos ter quatro jogos decisivos. E esse (jogo de domingo) principalmente. Como é ida e volta (a primeira partida do returno é contra o Avenida), a necessidade da vitória e buscar recuperar os pontos perdidos em campo”, comentou Surian.

Sem vencer há cinco rodadas (não balança as redes desde a vitória contra o Figueirense por 1 a 0, em 23 de março, pelo Catarinense), a pressão também é sobre o trabalho de Surian — que chegou ao JEC no início de março. Ele segue tentando encontrar um jeito com que o time faça gol.

Giba e Tiago Costa entram no time

A função de organizador do time chega ao terceiro nome em três partidas. Caíque, contra a Ferroviária, e Wellington Rato, no duelo frente ao Maringá, não corresponderam. A vez agora é de Giba (em destaque na foto), contratado para o Brasileiro.

A outra mudança em relação ao empate com o Maringá que deve ocorrer é na lateral-esquerda. Após duas atuações ruins, Erick Daltro — tido como uma das lideranças técnicas da equipe — tem o banco de reserva como lugar mais provável no domingo. Tiago Costa, pouco utilizado depois da chegada de Erick, deve atuar.

Hugo Almeida fora

Atacante Hugo Almeida sentiu lesão no joelho na atividade de sexta-feira, no CT

Na sexta-feira, já em viagem rumo ao Rio Grande do Sul, o Joinville divulgou a lista de relacionados. A surpresa ficou por conta da ausência de Hugo Almeida. O jogador acabou sofrendo leve entorse no joelho, segundo informação da assessoria de imprensa.

Sem ele, Surian tem David Batista como substituto imediato. Mas, ainda pecando na condição física, David pode ficar no banco. Felipe Alves é a opção para atuar como centroavante. Abriria, dessa forma, uma vaga pelo lado do campo. Antony, Matheus Pimenta e Wellington Rato brigariam pela vaga, com vantagem para o último  que consegue, segundo Surian, “segurar mais a bola” — função destacada pelo técnico na entrevista de coletiva.

Provável JEC: Jefferson; João Ananias, Luan, Renato Justi e Tiago Costa; Leandro Bulhões (Eduardo Person), Leandro Salino e Giba; Jean Silva, Wellington Rato (Matheus Pimenta ou David Batista) Felipe Alves.

Lista de relacionados sem Robert e Neto

Na lista de relacionados, há também como destaque as ausências do meia Robert e do volante Neto, recém-contratado, ambos fora por opção técnica de Felipe Surian.

  • Goleiros: Jeferson e Dalberson;
  • Laterais: Ângelo, João Ananias, Erick Daltro e Tiago Costa;
  • Zagueiros: Marlon, Luan, Diego Bispo e Renato Justi;
  • Volantes: Eduardo Person, Leandro Salino e Leandro Bulhões;
  • Meias: Giba;
  • Atacantes: David Batista, Matheus Pimenta, Jean Silva, Felipe Alves, Wellington Rato e Antony.

Avenida quer abrir vantagem na liderança do grupo

O Avenida vem para esta Série D com a esperança de salvar a temporada, que começou com o rebaixamento no Gauchão. Na Copa do Brasil, o Periquito da cidade de Santa Cruz do Sul quase surpreendeu o Corinthians. Abriu 2 a 0, mas, na etapa final, sofreu a virada: 4 a  2.

Líder do Grupo A 17, com quatro pontos, o Avenida quer abrir vantagem na ponta da tabela. Mas para isso o time do técnico China Balbino vai precisar superar o desfalque da dupla de zagueiros titular: Luiz Henrique, com estiramento na coxa, e Claudinho, que está com uma lesão no pé direito, estão fora.

Provável Avenida: Fabiano Heves, Gian, Luis Henrique ou Tiago, Claudinho ou Felipe Chaves e Roger, Davi, Felipe Manoel, Marcos Paraná e Canhoto, Elias e Flávio Torres.


Texto: Yan Pedro
Fotos: Júlio César/JEC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *