Presidente do BNDES lança novo tipo de financiamento em Joinville

Na manhã desta sexta-feira (17), empresários estiveram reunidos com o presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), Joaquim Levy, no Ágora Tech Park. O evento Dia BNDES da Média Empresa contou com apresentações das linhas de financiamento do BNDES e do BRDE, e do case da Krona Tubos e Conexões. Durante o encontro, o banco nacional lançou um novo produto, voltado a atender empresas médias, com valor mínimo de aporte de R$ 10 milhões.

O Crédito Direto Médias Empresas é voltado para organizações com faturamento anual de 40 milhões até 1 bilhão de reais. O diferencial é que, além do empréstimo, será financiado capital de giro, o que deve contribuir ainda mais com o crescimento das empresas. O valor contratado pode ser usado em até cinco anos e devolvido se não for utilizado de todo.

“O componente de giro dará fôlego às empresas. Com isso, queremos promover o crescimento em todo o Brasil e contar, principalmente, com a atuação da região de Joinville e do Vale do Itajaí”, afirmou Joaquim Levy.

Outros produtos recém-lançados estão voltados para a indústria 4.0. São o Finame 4.0 e o BNDES Serviços 4.0. O intuito é oferecer melhores taxas para compras de equipamentos de manufatura, digitalização e máquinas voltadas ao desenvolvimento desse novo tipo de economia. O BNDES 10 também está entre as novidades. O financiamento é direto com o banco e focado em empresas com investimentos em educação, saúde, bens de capital, tecnologia da informação, mobilidade, inovação, economia criativa, eficiência energética e geração distribuída.

O gerente financeiro da Krona Tubos e Conexões, Júlio Grein, apresentou a evolução da empresa a partir da captação de recursos via BNDES. Com os financiamentos, a organização comprou máquinas, construiu novas plantas e proporcionou melhorias em várias áreas. As alterações fizeram com que a capacidade produtiva da Krona aumentasse em 87%. Em Alagoas, onde foi construída uma planta com o aporte de 64 milhões de reais, a empresa se tornou a maior empregadora do estado, gerando 420 empregos diretos.

O prefeito Udo Döhler também esteve presente. “Aqui estão as pessoas que podem ajudar o país a sair desta situação e ir em frente”, destacou. Já Ovandi Rosenstock, diretor da Abimaq Santa Catarina, pediu por condições melhores para as indústrias. “Precisamos de mais prazo para pagar e juros compatíveis com o que é oferecido na Europa”, ressaltou.

O Dia BNDES da Média Empresa é organizado pela Associação Brasileira de Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq) e Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).


Edição: Felipe Silveira
Créditos da Foto: Arley Schmitz/Divulgação
Informações: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *