MAJ estreia exposição comemorativa aos 43 anos de história

Depois de mais de um mês fechado para adequações, o Museu de Arte de Joinville (MAJ) estreia a exposição “Uma janela possível: setenta e seis, oitenta e seis”, que comemora os 43 anos de história do museu. A abertura será às 10 horas de sábado (11). A solenidade de abertura será as 15 horas, com a presença de artistas, personalidades da área cultural, autoridades e uma apresentação especial da Escola do Teatro Bolshoi.

A mostra foi idealizada com a proposta de consolidar a história da produção artística de Joinville, bem como ressaltar a trajetória de diversos artistas locais ou que iniciaram sua história na cidade. Com curadoria de Alena Marmo Jahn e Luiz Mendes e apoio do Conselho Consultivo do MAJ e do Arquivo Histórico de Joinville, a exposição aborda os dez primeiros anos de história do museu – 1976 a 1986 – representados por 27 obras do seu acervo.

A exposição “Uma janela possível: setenta e seis, oitenta e seis” terá duração de um ano, até 30 de abril de 2020. A mostra contará, também, com projetos educativos que serão realizados no MAJ, no decorrer do período. O MAJ fica na rua 15 de Novembro, 1400, no bairro América. O horário de visitação é de terça-feira a domingo, das 10 às 16 horas. A entrada é gratuita.

Feira Jardim Criativo

Do lado de fora do museu ocorre, a partir das 13 horas, mais uma edição da Feira Jardim Criativo. Entre os mais de 40 expositores de diversos segmentos, o público encontrará produtos como artesanatos, artes plásticas, moda, brechó, decoração, cactos e suculentas, kombuchas e pães sem glúten e lactose, gastronomia e alimentos para pets.

A programação cultural também estará movimentada com contação de história “A boneca tagarela”, de Monteiro Lobato, com Thaís Iolanda; apresentação da peça “Toda história merece ser contada”, com o grupo da Oficina de Teatro SOIS/Arte Para Todos; aula de dança circular com a professora Maureen Bartz; oficina de produção de cartão para o Dia das Mães, com Ana Winter; e música ao vivo com show acústico de Zé Luiz e banda Satelit Groove. Na tenda literária, lançamento do livro “Macacos na Teia, com Marlete Cardoso.

Haverá, também, adoção de animais e arrecadação de ração e produtos de limpeza para ajudar o trabalho da Casa da MAMA, lar de animais resgatados. Acompanhando a programação da Feira Jardim Criativo, o Museu de Arte de Joinvile permanecerá aberto até as 21 horas.

Edição: Felipe Silveira
Foto e informações: Prefeitura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *