JEC perde pênalti e acaba derrotado pela Ferroviária na estreia da Série D

O Joinville estreou com derrota na Série D do campeonato brasileiro. O Tricolor foi até Araraquara enfrentar a Ferroviária e até fez boa partida, mas desperdiçou muitas chances claras e acabou castigado por isso. A equipe paulista fez 1 a 0 no início do segundo tempo e conseguiu segurar o resultado até o final.

Sem Angelo e Felipe Alves, lesionados, o técnico Felipe Surian optou por João Ananias na lateral direita e Wellington Rato no meio-campo. Apesar da Ferroviária tentar tomar a iniciativa do jogo, foi o Joinville quem jogou melhor no primeiro tempo. Com boas trocas de passes e uma movimentação muito intensa dos homens de meio, o Tricolor criou algumas chances de abrir o placar. Após jogada pela direita, Jean Silva recebeu passe açucarado dentro da área, mas acabou furando e desperdiçou boa oportunidade de abrir o placar.

A Ferroviária criou apenas duas oportunidades na primeira etapa, em chutes de longe defendidos por Jefferson. A melhores chances foram mesmo do Joinville. Primeiro com Hugo Almeida, que recebeu bom passe na área e tocou na saída do goleiro. A bola passou rente a trave. Já perto do fim do primeiro tempo, Leandro Salino fez grande jogada e acabou derrubado pelo goleiro Gabriel Leite, pênalti para o JEC. Porém, Hugo Almeida bateu e o arqueiro grená defendeu. Jean Silva ainda teria mais uma oportunidade, mas a zaga conseguiu cortar após o goleiro sair mal.

Na segunda etapa o Joinville começou em cima do adversário, tentando abrir o placar. Mas após cinco minutos de pressão visitante, a Ferroviária equilibrou o jogo. Aos 13 minutos Erick Daltro tentou cortar uma bola de bicicleta na lateral e acabou perdendo. Os donos da casa partiram para o contra-ataque e pegaram a defesa tricolor desprevenida. Com toques rápidos, o time colocou a bola nos pés de Léo Castro, que livre dentro da área, fez o gol da Ferroviária.

A partir dai a Ferrinha adotou uma postura mais defensiva e o Joinville teve a posse de bola. Apesar de rondar a área adversária, o Tricolor só fez Gabriel Leite trabalhar em cabeçada de Hugo Almeida. O técnico Felipe Surian ainda tentou deixar o time mais ofensivo colocando Giba, Antony e Roberto nos lugares de Caíque, Rato e Bulhões, mas o time não conseguiu o empate.

A palavra do técnico

Felipe Surian fez sua avaliação da partida. “Já havíamos passado para os atletas que os jogos seriam definidos assim, uma ou duas chances claras de gol e se você não definir, pode sofrer o contra golpe. Fizemos um primeiro tempo estratégico, competente. Mesmo neutralizando a Ferroviária, não conseguimos chegar ao gol. No segundo tempo o jogo ficou mais aberto, o que era natural. Eles se expondo e nós também. Em um erro individual na beirada do campo, eles usaram o lado que a gente estava exposto e chegaram ao gol. Agora temos que reagir e o jogo de sábado que vem passou a ser ainda mais decisivo para nós”, explicou o treinador.

Com a derrota o Joinville ficou na quarta colocação no grupo. No outro jogo da chave, Maringá e Avenida empataram em 2 a 2. O Tricolor tem seu próximo compromisso no sábado (11), diante do Maringá na Arena. A Ferroviária, líder, visita o Avenida no domingo (12).

Texto: Vitor Forcellini
Foto: Júlio Cesar/JEC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *