Surian nega favoritismo do JEC na Série D e projeta estreia contra Ferroviária

Depois de quase um mês sem conceder entrevista coletiva, o técnico Felipe Surian conversou por mais de 20 minutos, nesta quarta-feira (1), com os profissionais de imprensa que cobrem o dia a dia do Joinville. Diversos assuntos foram abordados no bate-papo.

Destaque para a projeção do jogo de estreia na Série D contra a Ferroviária no próximo sábado (4), às 18 horas, o ponto de interrogação sobre a ida de Felipe Alves e Ângelo para Araraquara, a pressa pela chegada dos últimos dois reforços, a negativa sobre ser favorito do Grupo A 17 e a vontade como principal fator para o sucesso na Série D.

Abaixo, os principais trechos da entrevista coletiva – também com áudio de cada resposta.

Como se obteve informações da Ferroviária

“O Denis e o Thiago (analistas de desempenho) que trabalharam mais nesta função de busca de informações conseguiram principalmente através do site do clube as contratações. Ali a gente conseguiu as referências, as características de cada jogador, porque o padrão do jogo acredito que o Vinícius (Munhoz), como fez boas atuações no Estadual, não iria mudar. As informações também bateram com as de amigos que enfrentaram eles nos últimos jogos-treinos”.


A Ferroviária fechou todas as atividades preparatórias para a Série D. Foram três jogos-treinos, sendo dois contra o Novo Horizontino (uma derrota e uma vitória). No último sábado, ficou no empate em 1 a 1 com a Caldense na Arena da Fonte, em Araraquara.

Indefinição sobre Ângelo e Felipe Alves

“A gente prefere segurar um atleta de um treino para tê-los fortalecidos no jogo. Nós treinamos ainda nesta quinta-feira antes de uma viagem desgastante. É preciso essa cautela para que a gente não venha perdê-los como o JEC sofreu, com atletas ficando fora de algumas partidas. Na Série D, não se tem tempo. É melhor até segurar para poder tê-los 100% nos jogos”.


Na coletiva, Surian revelou detalhes do jogo-treino contra o Brusque, como a saída prematura do lateral direito Ângelo, que sentiu um desconforto muscular. Kotaro Umeda acabou sendo utilizado durante praticamente toda a atividade no sábado passado. Sem treinar durante toda a semana, tanto Ângelo como Felipe Alves não devem ser titulares. Com isso, João Ananias e Wellington Rato devem ser os titulares.

Mais dois atacantes devem ser contratados

“É claro que vamos ao mercado buscar os atletas e não podemos demorar. A primeira fase tem apenas seis jogos, então esses atletas terão que chegar até sexta-feira (da semana que vem) para o próximo confronto em casa poderem jogar”.


Os dois jogadores citados por Surian são atacantes. Eles chegam como substitutos diretos de Rafael Grampola, que está de saída para o Brasil, de Pelotas, e Nathan Cachorrão, que tem contrato até o dia 30 de maio, mas não será inscrito. Rafael Grampola seguirá para o Rio Grande do Sul sem que o Joinville pague os R$ 80 mil que está devendo. Segundo o departamento de futebol, o JEC permanecerá com um “percentual significativo” do passe do atleta.

Sem favoritismo

“Futebol só se tem favorito quando joga um time da Série A contra um time sem tanta condição financeira. Quando se coloca no mesmo nível, mesmo trocando os atletas – na nossa observação, os atletas (contratados pela Ferroviária) estavam em ritmo de jogo, era só encaixar o padrão do treinador. Facilita o processo, não é preciso trabalhar tanto o aspecto tático. Mas todos tiveram cerca de 20 dias para trabalhar, então acredito que a igualdade vai prevalecer”.


Em entrevista nesta semana, o atacante Hugo Almeida, em oposição ao técnico Felipe Surian, classificou o JEC como favorito. “Na minha opinião, o Joinville entra como favorito, não só na chave como na Série D. Pela estrutura, pela história, pelos jogadores. Acredito que a postura do time tem que ser de buscar a vitória, tanto fora quanto dentro de casa”, disse.

Vontade

“O que difere o time que vence e o que perde na Série D é vontade. É o que tenho falado para os atletas: o querer vencer. Se eles quiserem, buscarem as vitórias e se dedicarem, nós vamos conseguir os objetivos”.


Texto: Yan Pedro
Foto: Júlio César/JEC

Um comentário em “Surian nega favoritismo do JEC na Série D e projeta estreia contra Ferroviária

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *