Blackstar perde para o Araraquara e estaciona no meio da tabela

O Blackstar vivia a expectativa de conquistar sua segunda vitória seguida para entrar de vez no G4 do campeonato brasileiro de basquete. Porém, a equipe errou bastante no duelo diante do Araraquara e foi derrotada em casa por 76 a 66.

O Araraquara é o lanterna do torneio, mas trouxe dificuldades desde o início do jogo. Ainda assim o Blackstar esteve na frente durante boa parte do primeiro quarto. Foram nos minuto finais que o time visitante reagiu e conseguiu passar a frente, terminando com a vantagem de um ponto no placar, 20 a 19.

O roteiro se repetiu no segundo período. O time da casa passou a frente e liderou boa parte do quarto, mas o Araraquara novamente reagiu e voltou a frente. Ainda assim o placar permanecia equilibrado, 42 a 36 para os paulistas.

No terceiro período o time e a torcida da casa se irritaram bastante com algumas decisões da arbitragem. Consequentemente o Blackstar passou a errar mais e desperdiçou várias chances no ataque. O Araraquara aproveitou e criou uma gordura no placar. Bem na bolas de três pontos, o time visitante acertou a defesa e terminou o quarto vencendo por 59 a 49.

Com 10 pontos de desvantagem o Blackstar foi para cima no quarto final e chegou a reduzir bem a diferença. Porém, a equipe continuava muito irritada com a arbitragem e não conseguiu se aproximar da pontuação do adversário. Assim, o Araraquara assegurou seu primeiro triunfo no torneio.

Felipe Rech explicou o que atrapalhou a equipe na partida. “Fizemos um jogo disputado ponto a ponto no primeiro tempo, porém, no terceiro quarto a marcação de 15 faltas para o nosso time, contra duas para o adversário, fez com que a nossa equipe se irritasse e perdesse o controle da partida. No último quarto, quando tentamos buscar, nós fomos precipitados e não conseguimos reverter o placar”, analisou o pivô do Blackstar.

O resultado deixou o time joinvilense na sétima posição. No próximos dia 27 a equipe recebe o Ponta Grossa no ginásio da ADE Embraco.

Texto: Vitor Forcellini
Foto: Jackson Nessler/Blackstar

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *