Ação da Fundação Pró-Rim concorre a prêmio internacional

Uma ação da Fundação Pró-Rim está concorrendo a um prêmio internacional. Gravado na entidade, um vídeo que retrata interação entre pacientes de hemodiálise com artistas da Escola Bolshoi e do Instituto Core de Música é finalista do ISN Community Award, no ISN Congresso Mundial de Nefrologia, na Austrália, que mostra a importância da humanização e da arte no tratamento de hemodiálise.

A produção está concorrendo com vídeos da Austrália, Alemanha, Malásia e Kosovo. É o único do continente americano classificado no concurso. O resultado da premiação ocorrerá em 13 de abril, em Melbourne, Austrália. Na ocasião, a pesquisadora da Pró-Rim, Fabiana Baggio Nerbass, representará a entidade.

O vídeo, com 3 minutos de duração, mostra a importância da humanização e da arte no tratamento de hemodiálise, melhorando o bem-estar do paciente e oportunizando novas experiências de vida. Segundo o presidente da Fundação Pró-Rim, Dr. Marcos Alexandre Vieira, um tratamento humanizado faz a diferença naquilo que mais se espera como resultado no tratamento aos pacientes, que é o prolongamento da vida com mais qualidade.

“A evolução tecnológica tem contribuído cada vez mais na medicina, mas isso não substitui aspectos de humanização tão claros demonstrados neste vídeo”, comenta o medico nefrologista e presidente da Fundação Pró-Rim, Dr. Marcos Alexandre Vieira.

Edição: Alexandre Perger
Foto: Divulgação

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *