Em Minas Gerais, Moisés defendeu consórcio com estados do Sul e Sudeste

O governador Carlos Moisés, em visita a Minas Gerais, defendeu a criação de um consórcio entre os sete estados que compõem as regiões Sul e Sudeste do Brasil. A ideia foi debatida com outros cinco governadores das duas regiões: Renato Casagrande, do Espírito Santo, Wilson Witzel, do Rio de Janeiro, Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul, João Doria, de São Paulo, e Romeu Zema, de Minas Gerais.

A proposta prevê a integração de esforços em 10 áreas comuns: segurança, saúde, educação, turismo, sistema prisional, logística/transporte, combate ao contrabando, desburocratização, desenvolvimento econômico e inovação, além de tecnologia.

Moisés defende que a união por meio do Consórcio Integrado entre estados do Sul e Sudeste pode resolver a disputa fiscal existente entre as unidades federativas. “É oportunidade de discutirmos os incentivos fiscais que hoje acabam promovendo essa guerra. Os estados quando unidos de maneira regionalizada promovem regiões mais fortes e consequentemente um país mais forte”, ressaltou.

Edição: Alexandre Perger
Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *