#NotasTricolores: As apostas de Felipe Surian na estreia pelo JEC

Felipe Surian indicou durante a semana de treinamentos no CT do Morro do Meio e na coletiva de sexta-feira que não se apegou ao trabalho que Zé Teodoro deixou no clube. Preferência do ex-técnico desde a chega no JEC, o meio-campista Caíque deve iniciar o confronto contra a Chapecoense no banco de reservas.

Na briga pela armação do time, quem ganhou foi Rodrigo Figueiredo. Para Surian, Caíque é meio-campo e não deve jogar como volante – posição que Zé o colocou nas últimas rodadas em que comandou o Coelho. Portanto, são dois jogadores para uma vaga. É a aposta – que pode causar surpresa pelo bom desempenho de Caíque – mas que não é a mais arriscada.

A cartada que deve mais arrepiar os cabelos do novo treinador é Arez na lateral direita – que nos treinamento da semana seguiu sem encantar. Isso tudo para que João Ananias, que vinha jogando improvisado na posição, possa auxiliar Leandro Bulhões na proteção à defesa.

A terceira aposta de Surian é colocar o recém-recuperado Wellington Rato, que ficou mais de um mês afastado por lesão muscular. Felipe já antecipou, na coletiva, que o jogador deve atuar apenas 45 minutos. O treinador se impressionou com a boa atuação na atividade de quarta-feira, quando ele esteve no time reserva.

Novo capitão! Felipe Surian praticamente confirmou mudança de dono da faixa de capitão do JEC. Envolvido em confusão com a torcida no pós-jogo contra o Metropolitano, o zagueiro Marlon deve perder o posto de líder do time. O goleiro Jefferson, um dos atletas que mais cobra os companheiros, deve herdar a faixa.

Adiada

Cook ganhou o jogo na última bola contra São José. Foto: Divulgação.

Foi postergada pra julho, após o término dos play-offs do NBB, a discussão sobre a possibilidade de aumentar o número de participantes e, assim, não haver rebaixamento na edição 2018/19. Nos bastidores, as chances de isso se concretizar são boas.

Mas tem jogo

Em quadra, o Basquete Joinville ainda tem chance de escapar. Nesta sexta-feira, encara o Paulistano Centreventos Cau Hansen. A conta é simples: empatado em número de vitórias com o Vasco, os joinvilenses perdem no confronto direto e, por isso, precisam de um triunfo nas três últimas rodadas para escapar da degola.

Figa no Vasco

Contando, claro, que o Vasco dê sequência nas derrotas. Enquanto o Joinville recebe o Paulistano e depois pega, fora de casa Bauru e Franca para fechar a participação no NBB, o time da Cruz de Malta tem também pedreiras pela frente: Flamengo (c), Corinthians (f) e Pinheiros (f).

Amistoso

O JEC/Krona segue em preparação para a temporada de 2019 do futsal brasileiro. Depois de vencer a Taça Joma contra Carlos Barbosa, o Joinville encara nesta sexta-feira São José dos Pinhais no Paraná. A equipe paranaense está na primeira divisão do estado vizinho e deve ser um bom desafio para os comandados de Vander Iacovino. A estreia na Liga Futsal está confirmada para o dia 14 de abril contra o Campo Mourão, também no Paraná.

⚫⚪🔴

A coluna #NotasTricolores reúne informações de bastidores do Joinville Esporte Clube, Basquete Joinville e JEC/Krona, além de outros esportes da cidade, em duas edições por semana. A autoria é do repórter Yan Pedro, também setorista do JEC na Rádio Clube, com a colaboração de Vitor Forcellini e o auxílio da redação de Replay Joinville/O Mirante.

A foto em destaque no topo é de Júlio Cesar, da assessoria de imprensa do JEC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *