Ato em memória de Marielle Franco ocorre nesta quinta-feira

A morte de Marielle Franco completa um ano nesta quinta-feira (14), data em que a liderança negra, lgbt e feminista será homenageada em todo o Brasil e também no mundo. Em Joinville, o ato “Justiça para Marielle – Um ano sem responsabilização” será na Praça da Bandeira, às 18 horas.

Marielle foi assassinada a tiros no dia 14 de março de 2018, em uma emboscada que também vitimou o motorista do carro em que ela estava, Anderson Gomes. Ela estava no meio do mandato de vereadora pelo PSOL carioca e era uma liderança política em ascensão.

Na terça-feira (12), a polícia do Rio de Janeiro prendeu dois suspeitos pelos assassinatos. Os dois homens são ligados às milícias fluminenses. A sociedade civil, que pressionou a polícia e políticos pela solução do caso, agora quer a resposta para outra pergunta: quem mandou matar Marielle?

Para Guilherme Luiz Weiler, membro do PSOL Joinville, que organiza a manifestação, o ato vai reunir joinvilenses para clamar por justiça e agilidade na resolução completa do caso.

“É preciso ficar claro que o PSOL não quer que essa seja uma morte que valha mais que outra. O que estamos pedindo é que a Justiça atenda o anseio da população e explique por que estão matando quem escolhemos para nos representar. Estamos pedindo explicações e que não haja impunidade”, afirmou.

Ele convida toda a população, independente de viés ideológico ou partidário, para participar do ato. O partido também sugere que os participantes levem faixas e cartazes em memória de Marielle. O evento terá reflexões e conversas sobre os 365 dias sem Marielle e o que ainda se pode esperar pela frente.

“Marielle não é uma causa partidária – mas sim humanitária. Tentaram matá-la, quebraram placas, mas o que fica é seu bom exemplo e sua atuação. Por isso gritamos que Marielle ainda vive”, finalizou.

Texto: Felipe Silveira
Foto: Página Marielle Franco

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *