Teto da Sama desaba e 11 pessoas ficam feridas

Desabou na manhã desta quinta-feira (28), por volta das 8h40, uma parte do teto do prédio onde funciona a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (Sama), no bairro Anita Garibaldi. Bombeiros voluntários resgataram pessoas dos escombros e não houve mortes no local.

De acordo com a assessoria dos bombeiros voluntários, 20 pessoas foram atingidas e 11 apresentaram ferimentos, sendo a maior parte de leve gravidade. Duas das vítimas apresentam um quadro um pouco mais grave, mas, a princípio, também estão estáveis e não correm maior risco. Os onze feridos foram levados ao Hospital Municipal São José, que é próximo ao local.

Os bombeiros finalizaram as buscas por volta das 10 horas, sem registros de pessoas com traumas graves. Segundo nota da Prefeitura de Joinville, os funcionários evacuaram o local ao ouvir um forte estalo.

O prefeito de Joinville, Udo Döhler, esteve no local para acompanhar a situação e prestar amparo às pessoas, a maioria delas de servidores públicos do município que estavam em seus postos de trabalho. Cerca de 40 pessoas trabalhavam no local.

O abalo ocorreu no piso superior da estrutura, onde funcionam as Unidades de Desenvolvimento de Gestão Ambiental, Bem-estar e Proteção Animal, e Parques, Praças e Rearborização Pública.

Bombeiros permanecem no local

Segundo Luciano Mendonça, coordenador do Centro de Atividades Técnicas do Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinvile, houve um colapso estrutural no prédio: “Não foi de forma abrupta, as pessoas ouviram barulhos, o reboco começou a ceder, foram avisando umas as outras e então começaram a sair do prédio”. Os bombeiros voluntários vão permanecer durante toda a tarde no local, investigando a causa do desabamento.

Segundo Diego Rosa, o local passava por manutenção constante, pois a Prefeitura informava o proprietário sobre os problemas registrados. A documentação estrutural do prédio também estava em dia.

Bombeiros investigam a causa do desabamento – Foto: Graziela Tillmann
Prédio interditado

Além do imediato atendimento às vítimas, também já foi iniciado o trabalho de avaliação da estrutura por técnicos da Defesa Civil de Joinville e pelos Bombeiros Voluntários. O prédio está interditado e os serviços prestados pela Unidade não serão mais realizados no local momentaneamente.

Logo após o Carnaval, os setores da Sama que fazem atendimento ao público estarão concentrados no Centreventos Cau Hansen. A data do funcionamento da estrutura será divulgada posteriormente pela Prefeitura. As áreas administrativas serão realocadas em outras Unidades da Prefeitura.

Piazza Italia

A Sama funcionava no Centro de Cultura e Serviços Anita Garibaldi, onde antigamente funcionava o centro cultural Piazza Italia. O prédio é alugado pela prefeitura e já abrigou a Biblioteca Pública Rolf Colin, entre outras unidades do serviço público.

Propriedade da família Bogo, que também é dona da empresa Gidion, o prédio foi construído em 2001, no aniversário de 150 anos de Joinville, para abrigar três restaurantes italianos e funcionar como centro cultural. Em 2009, porém, a família decidiu fechar os restaurantes e alugar o espaço para outras finalidades. Desde então é alugado para serviços públicos, especialmente da Prefeitura.

Esta matéria será atualizada a partir da chegada de novas informações. A última atualização ocorreu às 12h10.

Texto: Redação

2 comentários em “Teto da Sama desaba e 11 pessoas ficam feridas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *