Campanha pede união da sociedade no combate à violência contra a mulher

Foi lançada na quinta-feira (21), pelo CMDM e a Secretaria de Assistência Social (SAS), a campanha “Chega de violência contra a mulher, mais amor, menos ódio, o dia é nosso, mas a mensagem é para todos!”. O evento ocorreu no auditório do Senai Sul, com a participação de entidades públicas e privadas e vereadores.

“Esta é uma campanha em unidade. Estamos numa grande força tarefa para que esta mensagem seja inserida nas empresas, nas entidades, na comunidade”, disse a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM), Juliane Patrícia Tavares.

O objetivo é mobilizar a sociedade de modo geral. A campanha é alusiva ao Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março. Todas as instituições da sociedade estão convidadas a apoiar e aderir aos símbolos da campanha, divulgando os cartazes, panfletos, marca páginas e adesivos. O material promocional deve ser solicitado à Secretaria de Comunicação.

“É importante que todos os atores da comunidade, empresas, escolas, associações e organizações, se envolvam. É uma responsabilidade social levarmos esta mensagem a todos os espaços para a construção de uma cultura de paz e de não violência”, destacou a coordenadora de Políticas Públicas para as Mulheres da SAS, Ana Aparecida Pereira.

O Brasil ocupa o 5º lugar na lista da violência contra a mulher, segundo dados da Organização Mundial da Saúde. “A cada três minutos, uma mulher sofre violência no Brasil. Santa Catarina ocupa o 5º lugar em feminicídio, no país, e Joinville já registrou 21 casos, apenas na primeira semana deste ano. Cerca de 75% dos casos de violência são provocados pelos companheiros ou ex-companheiros, maridos e familiares. Precisamos transformar a cultura de violência pela cultura da não violência”, alertou Ana.

A meta é que a divulgação se multiplique e que as pessoas abracem a campanha. Para a coordenadora, precisa ficar cada vez mais evidente para as mulheres que elas podem denunciar, e para os homens ficar claro que existe a proteção e a sociedade está alerta.

A campanha será enfatizada em ações que serão promovidas durante o mês de março, nos dias 7, 8 e 13, culminando com o 1º Seminário de Mulheres da Região Norte de Santa Catarina, que será realizado no dia 28, das 18 às 22 horas, no Teatro Juarez Machado.

Edição: Felipe Silveira
Informações: Prefeitura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *