Museu de Imigração promove oficinas sobre memória cultural em escolas

Nesta quinta-feira (21), às 8h45 horas e às 14 horas, o Museu Nacional de Imigração e Colonização de Joinville (MNIC) leva aos alunos do primeiro e segundo ano do Ensino Fundamental da Escola de Educação Básica Plácido Olímpio de Oliveira, no bairro Bom Retiro, a oficina “Mala dos Viajantes”.

A atividade é um dos projetos educativos oferecidos pelo MNIC e tem o objetivo de promover a discussão e a reflexão sobre memória, cultura e patrimônio relacionados ao processo de imigração.

Na oficina, a equipe de educadores e monitores do MNIC leva às escolas uma mala antiga contendo cerca de vinte objetos diversos – muitos deles já obsoletos e em desuso – incluindo utensílios de cozinha, louças, artigos de uso pessoal, equipamentos de som e imagem, entre outros.

Após uma dinâmica sensorial, os alunos e professores identificam os objetos e passam a relacioná-los com memórias familiares, com o cotidiano e com a própria história do museu.

De acordo com a coordenadora do MNIC, Helena Ganske, as ações educativas são uma forma de se aproximar de diferentes grupos da comunidade, despertando o interesse do público em conhecer mais sobre a história e sobre o próprio trabalho do museu joinvilense.

Segundo as educadoras Elaine Cristina Machado e Alcione Resin Ristau, as atividades provocam diferentes reações e desejos que são canalizados para a preservação do patrimônio cultural, através da provocação de memórias e lembranças. Os sujeitos são convidados a pensar temas relacionados diretamente ao universo do Museu Nacional da Imigração e Colonização, tais como trânsito, passagem, imigração, entre outros.

A oficina “Mala dos Viajantes” pode ser realizada nos turnos matutino e vespertino. A atividade tem cerca de uma hora e meia de duração, com grupos de até quarenta crianças.

Edição: Felipe Silveira
Foto: FCC
Informações: Prefeitura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *