Chapa 2 fala em aproximar novamente o Sinsej dos servidores

Nas eleições deste ano do Sinsej, o grupo que tenta o quarto mandato, reunido na Chapa 1, terá ao menos um adversário no mesmo campo ideológico, mesmo que com tons distintos. Também situada dentro da esquerda, a Chapa 2 – Servidor em Luta, presidida por Jane Becker, chega para a disputa falando em aproximar o sindicato dos servidores.

O coletivo que compõe a chapa começou a se formar em 2014, nas atividades do Sinsej, como assembleias, greves e paralisações. “Nos unimos na necessidade de fortalecer o nosso sindicato”, diz Becker. A criação da chapa, segundo ela, aconteceu “na lacuna deixada pela direção atual, que se afastou muito dos locais de trabalho”.

Becker avalia que há um enfraquecimento da atuação sindical, com os servidores participando cada vez menos das assembleias. O motivo seria a falta de capacidade de mobilização da atual direção. “Percebemos que é preciso ser feito um trabalho de base para explicar para o servidor e a servidora que só há conquistas se houver unidade na categoria. Nada nos é dado de graça, nossos direitos são fruto de nosso poder de lutar por eles”, diz a candidata.

A unidade, inclusive, deverá ser a marca de um eventual mandato. O objetivo é fazer trabalho de base para trazer o servidor de volta para as atividades. Entre as principais propostas está a ampliação da hora-atividade ao patamar de 33,33% (Lei do Piso Nacional do Magistério – 11738/08), a equiparação do vale-alimentação com a Águas de Joinville, o reajuste da inflação e reposição das perdas salariais, o atendimento do diretor sindical aos nas sedes de Itapoá e Garuva e a luta pela redução de jornada de trabalho sem redução de salário.

Defender essas pautas, segundo Becker, é a única forma de barrar os ataques que a categoria vem sofrendo. “Vivemos um momento grave em que o projeto de governo federal ataca principalmente os servidores públicos através da reforma da previdência, da terceirização e do fim da estabilidade”, analisa.

Texto: Alexandre Perger
Foto: Divulgação

4 comentários em “Chapa 2 fala em aproximar novamente o Sinsej dos servidores

  • 22 de Fevereiro de 2019 at 22 de Fevereiro de 2019
    Permalink

    Aguardando artigo com a proposta da Chapa 1. Temos um sindicato forte, organizado e de luta que precisa estar com uma equipe forte, experiente e comprometida porque o cenário que se apresenta é de muitos ataques ao serviço público. O SINSEJ é uma referência na luta pelo serviço público, contra a reforma da previdência, na defesa do nosso IPREVILLE e na organização e mobilização da categoria, como se pode comprovar pelos atos que promoveu e avanços conquistados nesse último período. A origem dessa direção, organizada pela base, começando por setores da Educação, e seu fortalecimento pela crescente filiação nesse período comprovam que o SINSEJ tem uma política acertada. Sigamos fortes, organizados e na luta!

    Reply
  • 22 de Fevereiro de 2019 at 22 de Fevereiro de 2019
    Permalink

    Ops, li agora. Que nos encontremos na luta pela defesa do serviço público, sempre.

    Reply
  • Pingback: O Mirante realizará debate entre chapas que disputam o Sinsej

  • Pingback: Veja como foi o debate das chapas que disputam a direção do Sinsej

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *