Barragens de Santa Catarina serão discutidas pelos deputados

Santa Catarina tem 177 barragens e agora vai contar com uma Frente Parlamentar dos Direitos das Famílias Catarinenses Atingidas por Barragens. A frente, que envolve segurança pública, direitos humanos e educação ambiental, foi mobilizada pelo deputado estadual Fabiano da Luz (PT) e conta com o apoio do tradicional Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB).

A primeira ação é participar do Dia Nacional de Mobilização referente ao tema, que será na segunda-feira (25), dia em que a tragédia de Brumadinho (MG) completa um mês. Será realizada nesta data uma audiência pública no Plenarinho Deputado Paulo Stuart Wright, no Palácio Barriga Verde, em Florianópolis, às 19 horas.

“É preciso tratar da segurança das nossas barragens e defender os direitos das famílias atingidas. É um debate urgente, que precisa atitude e novas práticas. Por isso estabeleceremos esta frente de trabalho: não podemos mais ignorar um tema que atinge nossos catarinenses. A vida dessas comunidades está em risco”, explicou Luz, que líder da bancada do PT na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc).

De acordo com o Plano Estadual de Recursos Hídricos de Santa Catarina, lançado em março de 2018, além das 177 barragens em operação, outras 288 em fase de construção, licenciamento ou estudo.

Das 3.386 barragens que o governo federal determinou inspeção após a tragédia em Minas Gerais, 44 estão em Santa Catarina, tendo sido classificadas como de risco ou com dano potencial associado. “É justamente por isso que precisamos discutir, pois às vezes imaginamos que o problema está do outro lado do país e ele está aqui, na porta da nossa casa”, ressalta Luz.

Edição: Felipe Silveira
Foto: Julio Cavalheiro/Governo de SC
Informações: Assessoria de Fabiano Luz | Agência Alesc

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *