Pressionado, JEC encara o embalado Marcílio Dias pelo Catarinense

Depois da eliminação na Copa do Brasil e primeiros rumos sobre a possibilidade de demissão do técnico Zé Teodoro, o Joinville tem uma partida que pode ser fundamental para o restante da temporada. Contra o Marcílio Dias, na noite deste domingo (9), em Itajaí, o Tricolor joga para conquistar a primeira vitória no Catarinense, mas também para manter Zé Teodoro no comando técnico. A partida deste final de semana é válida pela sétima rodada.

Uma derrota, baseado no que o presidente Vilfred Schapitz declarou esta semana, pode custar a sequência do trabalho. Além da dificuldade natural de enfrentar um time embalado pela boa campanha na competição, o JEC ainda vai precisar superar o cansaço. Depois do jogo na quarta-feira em Fortaleza, a delegação conseguiu chegar a Joinville apenas às 12h de sexta-feira; no Ceará, o voo atrasou e, por isso, o grupo precisou dormir em São Paulo.

O único treino com bola da equipe ocorreu no sábado. Na atividade que foi fechada à imprensa, o lateral esquerdo Erick Daltro, de 26 anos, que teve a contratação e nome publicado no BID na sexta-feira, treinou com o restante do elenco. O atleta que estava no Goytacaz disputando o Carioca já deverá, pelo menos, aparecer no banco de reservas. A tendência é de que Zé deva fazer alterações no time que perdeu para o Atlético Cearense, mas difícil cravar quais seriam.

Marcílio Dias deve ter casa cheia

A projeção da diretoria do Marcílio Dias é de 5 mil torcedores no Estádio Hercílio Luz neste domingo. O Marinheiro vem embalado da vitória do último domingo nos acréscimos contra o Metropolitano, em Blumenau. Na quarta colocação, Waguinho Dias garantiu permanência no Marcílio, mesmo com propostas de outros clubes.

Para o duelo contra o JEC, o Marinheiro terá a volta do lateral esquerdo Paulinho, que foi poupado na rodada anterior. Apesar da volta de Paulinho, o Marcílio teve mais uma baixa no seu elenco. André Mensalão, meia que foi titular do time, sentiu uma lesão no reto femural e deve ficar de fora por algumas semanas. Os atacantes Juliano Levak e Sabiá seguem no DM. Quem fica à disposição outra vez é Lauder, que cumpriu suspensão na última rodada.

Provável Marcílio Dias: Tom; Luiz Renan, Wallace, Magrão e Paulinho; Luanderson, Jonathas e Juninho Tardelli; Jean Dias, Roni e Ligeiro.

A partida terá a arbitragem de Fernando Henrique de Medeiros Miranda, auxiliado por Alex dos Santos e André Eduardo da Silveira. O quarto árbitro será Osmar de Miranda e o delegado da partida, Paulo César Gonçalves.

Texto: Yan Pedro/Rádio Clube
Foto: Julio Cesar/JEC

Patrocínio:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *