De volta à Alesc, Julio Garcia é eleito presidente

Em 2009, quando estava em seu quarto mandato e presidia a Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc), o deputado estadual Julio Garcia renunciou ao cargo para ser conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-SC). Ficou dez anos afastado do parlamento, mas o “orgulho de ser político”, como mencionou em seu discurso de posse, fê-lo voltar.

Leia também
Deputados estaduais tomam posse e iniciam trabalhos legislativos

Eleito novamente pelo voto popular, agora pelo PSD (atuou, historicamente, pelo PFL), também voltou a presidência da Assembleia Legislativa pelos colegas, por unanimidade, em acordo costurado desde o ano passado. “Todas as conversas que tivemos, individuais ou coletivas, foram republicanas”, disse o presidente para o biênio 2019-2021.

Em seu primeiro discurso, além dos protocolares agradecimentos, fez uma defesa da atividade política, com uma indireta à onda conservadora que chegou ao poder com base no discurso da nova política. “Apenas um bordão de campanha”, inticou.

“Sou político. Mas não basta dizer que sou político. Eu quero dizer mais: quero dizer que tenho orgulho de ser político. Não sou da política nova, nem da política velha. Considero que isso seja apenas um bordão de campanha eleitoral. Em algumas vezes o bordão pega e outras não pega. No caso, pegou”, provocou Garcia.

Carreira

Garcia é natural de Florianópolis e tem 68 anos. Formado em técnico em contabilidade, é funcionário de carreira do antigo Banco do Estado de Santa Catarina (Besc), onde foi diretor de Crédito Geral e Câmbio. Conquistou seu primeiro cargo eletivo aos 36 anos, ao ser eleito deputado estadual em 1986 pelo PFL, com 17.129 votos.

Tomou posse na Assembleia Legislativa em 1987 e participou da elaboração da Constituição Estadual de 1989. Reelegeu-se para a Alesc em 1990, com 15.307 votos. Nos anos 1990, durante o governo Paulo Afonso Vieira (1995-1998), Julio Garcia foi presidente do então Banco de Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina (Badesc) e da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan).

Em 1999, retornou à Alesc, como segundo suplente do PFL. Permaneceu na Casa até a conclusão da legislatura, em 2003, e foi reeleito em 2002, com 32.573 votos. Em 2005, elegeu-se presidente da Alesc pela primeira vez, com o voto de todos os 40 deputados, para comandar a Casa no biênio 2005-2007.

Em outubro de 2005, assumiu interinamente o Governo do Estado de Santa Catarina por 12 dias e pode sancionar a lei de sua autoria, aprovada no mesmo ano, que instituiu o repasse de recursos públicos para todas as Apaes do estado (Lei 13.633/2005).

Reeleito deputado em 2006 com 51.010 votos, também pelo PFL, foi reconduzido à Presidência da Alesc para o biênio 2007-2009, novamente com apoio de todos os deputados. Em agosto de 2009, renunciou ao mandato de deputado para ser conselheiro do TCE-SC, órgão que presidiu entre 2014 e 2015 e do qual se aposentou em 2017.

Em 2018, filiou-se ao PSD e lançou-se candidato a deputado estadual, obtendo 57.772 votos, o terceiro mais votado nas eleições de outubro passado.

Mesa-diretora

Além do presidente Julio Garcia, a mesa-diretora da Assembleia Legislativa é composta por mais seis deputados. Confira como ficou:

1º Vice-Presidente – Mauro de Nadal (MDB)
Formado em Direito, tem 41 anos. Foi prefeito de Cunha Porã por dois mandatos consecutivos (2001 a 2008) e secretário de Desenvolvimento Regional de Palmitos em 2009. Está no terceiro mandato na Assembleia e vai ocupar, pela primeira vez, cargo na Mesa.

2º Vice-Presidente – Rodrigo Minotto (PDT)
Advogado, tem 45 anos e está no segundo mandato na Assembleia Legislativa. Vai ocupar cargo na Mesa pela primeira vez.

1º Secretário – Laércio Schuster (PSB)
Tem 43 anos e é formado em Direito. Foi prefeito de Timbó por dois mandatos consecutivos (entre 2009 e 2016) e secretário parlamentar da Presidência da Assembleia Legislativa. Esse é o seu primeiro mandato como deputado estadual.

2º Secretário – Padre Pedro Baldissera (PT)
Tem 61 anos e é sacerdote da Igreja Católica. Foi eleito prefeito de Guaraciaba em 1996. Reeleito em 2000, renunciou ao cargo em 2002 para ser candidato a deputado estadual. Foi eleito e tomou posse em 2003 e, desde então, permanece na Assembleia Legislativa. Já ocupou cargos na Mesa, em legislaturas passadas.

3º Secretário – Altair Silva (PP)
Tem 52 anos, é empresário e técnico agrícola. Foi suplente nas três últimas legislaturas e exerceu o mandato de deputado em cinco oportunidades, a mais recente entre janeiro de 2017 e março de 2018. Agora, está como titular do mandato.

4º Secretário – Nilson Berlanda (PR)
Tem 57 anos e é empresário, proprietário da rede de Lojas Berlanda e de duas indústrias em Curitibanos. Foi secretário de Desenvolvimento Regional de Curitibanos por quatro anos, durante o segundo mandato de Luiz Henrique da Silveira (2007-2010). Em 2006, disputou pela primeira vez uma vaga para deputado estadual. Em 2010 e 2014, ficou na suplência da Alesc, e exerceu o mandato como três vezes. Agora, está como titular do mandato.

Texto: Felipe Silveira
Foto: Fábio Queiroz/Alesc
Informações: Alesc

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *