Projeto de novo estatuto do JEC propõe a criação do cargo de CEO

O projeto do novo estatuto, que será votado nesta terça-feira (22) pelos sócios do Joinville, tem como mudança mais importante a criação do cargo de CEO ou diretor geral. A função deste profissional que, segundo o texto deverá ter “formação superior, com experiência comprovada em gestão e cargos de liderança”, será de comandar o dia a dia do clube e também indicar membros para a diretoria executiva.

A ideia é que, se aprovado estatuto com essa alteração, o profissional seja contratado dentro de dois meses. Na proposta, a diretoria eleita é formada apenas pelo presidente e o vice-presidente. O texto deixa aberta a possibilidade de remuneração de diretores de cada área.

Outro ponto importante que será colocado para os sócios é a criação de mais um cargo remunerado para gerir a controladoria financeira do JEC, chamado de controller. Este profissional, inclusive, deve ser Luís César Sell, que tem experiência em empresas da cidade. Este cargo é um pedido do Conselho Fiscal do Joinville. Também envolvendo as finanças, está a proposta de que cada empréstimo feito ao JEC (ou pelo clube) seja aprovado pelo Conselho Deliberativo, a fim de evitar dívidas com ex-presidentes.

“O associado interessado (em emprestar dinheiro ao JEC) deverá apresentar proposta e obter a aprovação do Conselho Deliberativo, apontando valor, prazo, juros e eventuais participações. Se aprovada pelo Conselho, a operação deverá ser registrada contabilmente para fins de reconhecimento e posterior resgate”, diz trecho do texto.

Um ponto que deve ser comemorado pelos sócios é a criação do conselheiro social. Cada sócio, com pelo menos doze meses de contribuição e maior de 18 anos, poderá recolher 80 assinaturas de outros associados para se tornar representante deles no Conselho Deliberativo, não havendo acréscimo no valor da mensalidade. Vão ser abertas até cinco vagas nesta modalidade.

A última grande mudança que será colocada em votação nesta terça-feira é a alteração data da eleição. Atualmente, o estatuto prevê para abril a escolha da nova diretoria. No texto que será apresentado, a janela para a eleição será 1º de novembro a 10 de dezembro.

Reclamações

Em grupos de WhatsApp, torcedores do JEC reclamam do curto espaço do tempo entre a publicação das propostas de alterações no estatuto e a realização da assembleia, que tem a primeira chamada marcada para as 18h30 desta terça-feira, no saguão da Arena Joinville. Outra crítica é que o documento não foi divulgado (até o início da manhã desta terça) nas redes sociais e em destaque no site oficial do clube. O texto com as mudanças está disponível apenas na aba “estatuto”. Confira aqui.

O presidente do Conselho Deliberativo, Dartanhan Oliveira, respondeu dizendo que “não há previsão de publicação prévia”.

“O texto foi aprovado pelo Conselho e iríamos apresentar em Assembleia como foi nos outros anos. Decidi publicar com um dia de antecedência e informar a imprensa e consequentemente a torcida. Mais que isso, para facilitar o entendimento do sócio interessado, publicamos a proposta do novo estatuto com os ajustes e alterações grifados em destaque. O sócio que ainda tiver dúvida poderá tirar em durante a assembleia. Além disso, fizemos pelo menos 7 publicações no jornal A Notícia informando a Assembleia, quando o estatuto prevê por obrigatoriedade 2 publicações”.

Texto: Yan Pedro/Rádio Clube
Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *