Diretor nega possibilidade de terceirização das categorias de base do JEC

O diretor das categorias de base do JEC, Carlos Grendene, negou a possibilidade de terceirização da base tricolor na parceria que o clube está negociando com o Nação Esportes, novo clube de futebol da cidade que é patrocinado pelo empresário Irineu Machado. A possibilidade de terceirização foi publicada pelo Esporte Joinville na segunda-feira (17).

Segundo o dirigente, houve apenas uma reunião com os responsáveis pelo Nação e não há definição de detalhes da parceria. Grendene apontou a falta de dinheiro para investir nas divisões inferiores como principal obstáculo atualmente. Ele diz que, por incentivos fiscais, o Joinville conseguiu cerca de 700 mil reais.

O diretor também mencionou a falta de campo para treinamentos, o que seria resolvido com a utilização dos campos da Sociedade Irineu, onde o Nação Esportes realizará os treinamentos.

“O que interessa é se eles vão patrocinar a base e aí precisamos de outras reuniões para isso. É impossível fazer o futebol da base com várias categorias e um investimento de cerca de R$ 1 milhão”, disse Grendene. “O Joinville não vai terceirizar a base. O que existe é uma parceria com investidores”, garantiu.

Na reunião desta segunda-feira do Conselho Deliberativo, ficou definido, segundo o presidente Dartanhã Oliveira, que será necessária a aprovação dos conselheiros para qualquer parceria com o Nação Esportes quanto às categorias de base.

Texto: Yan Pedro
Foto: JEC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *