Escolas homônimas recebem kits tecnológicos nesta terça

O ex-governador Luiz Henrique da Silveira, que faleceu em 2015, quando exercia o mandato de senador da República, recebeu uma série de homenagens em obras públicas nos últimos anos. Duas das três escolas que receberam o nome do político no norte de SC, em Araquari e Barra Velha, ganharam kits tecnológicos nesta terça-feira (11).

Leia também:
LHS por todo lado: obras perpetuam memória de Luiz Henrique da Silveira

A secretária de Estado da Educação, Simone Schramm, representou o governador Eduardo Pinho Moreira no ato e entregou às unidades de ensino os kits que contêm lousas digitais, computadores e projetores. O secretário em exercício da Agência de Desenvolvimento Regional de Joinville, Henrique Deckmann, participou das inaugurações.

“Os jovens terão aulas mais atrativas a partir 2019. O investimento em tecnologia foi de R$ 7 milhões e, ainda este ano, pelo menos 60 escolas receberão novos equipamentos”, destacou a secretária. A formação dos professores para manuseio das lousas digitais será realizada por técnicos do setor de tecnologia da Secretaria de Estado da Educação (SED).

Araquari

A unidade de Araquari recebeu nesta semana dez novos computadores e três lousas digitais. “Estamos bastante motivados em receber esse suporte da SED para à equipe administrativa. As lousas irão contribuir significativamente com o ensino aprendizagem dos nossos alunos e os computadores ajudarão os professores no planejamento das aulas”, enfatiza a diretora Maria Lenilda Hackbarth.

A escola, em funcionamento desde agosto de 2017, foi construída com investimento de R$ 10,3 milhões e atualmente atende 1,2 mil estudantes. Com a ativação, foi eliminado o turno intermediário existente há 13 anos na Escola de Educação Básica Higino Aguiar e na Escola Municipal São Benedito, ambas no Itinga.

Barra Velha

A escola de Barra Velha também recebeu três lousas digitais e dez novos computadores. Com início das atividades em fevereiro de 2018, a unidade atende 415 estudantes. O valor investido na obra foi de R$ 11,2 milhões. As escolas, cada uma com capacidade para 1.440 estudantes, foram construídas conforme a Escola Padrão do Ministério da Educação (MEC), contendo 12 salas de aulas, seis laboratórios (dois de informática, um de matemática, física, química e biologia) e um Centro Esportivo Cultural.

Edição: Felipe Silveira
Foto e informações: ADR Joinville

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *