XI Mostra Cultural Afro-brasileira e Indígena ocorre nesta quarta-feira

Estudantes da Escola de Educação Básica Giovani Pasqualini Faraco realizam, nesta quarta-feira (28), a XI Mostra Cultural Afro-brasileira e Indígena. Das 9 às 11h30 e das 14 às 17 horas, eles apresentam os resultados de trabalhos de pesquisa sobre as temáticas. Também haverá contação de histórias.

Haverá também um desfile de moda, que ocorre às 19h30, no Restaurante 25 de Agosto. Trajes típicos e tendências serão exibidos na passarela do evento que é todo produzido pelos estudantes. Eles serão modelos, estilistas e parte técnica do evento. Os ingressos para o desfile custam R$ 3.

À frente do projeto está a professora Adriana Jacinto de Carvalho, que tem 30 anos de docência e fez pós-graduação na temática afro. Ela conta que muitos alunos percebiam, mas não se identificavam com suas origens étnicas. “A partir do momento que começamos a fazer o desfile, muitos começaram a ter uma identificação, a conversar em casa e a perceber que tinham uma descendência afro-brasileira ou indígena. Então alunos que não se gostavam dessa maneira começaram a se gostar.

Adriana revela que houve resistência de alunos e pais no início do projeto, há 11 anos, mas que hoje os próprios estudantes solicitam e se engajam na elaboração da mostra. “Hoje eles discutem questões de cotas, com estudantes contra e a favor, e sobre questões dos direitos indígenas também”, explica a professora.

Os temas da mostra são diversos, como a história dos haitianos, preconceito, intolerância e literatura afro e indígena. O samba também foi tema de pesquisa e para isso houve uma aproximação com a Escola Príncipes do Samba e com o Clube Kênia. Tudo isso e mais um pouco poderá ser conferido na mostra, cuja entrada é gratuita.

A escola fica na rua Dona Francisca, 4957, no bairro Santo Antonio. O Restaurante 25 de Agosto fica na rua Iguaçu, 271, a menos de 300 metros de distância da escola.

Texto: Felipe Silveira
Foto: Cedida por Yohanna Bisewski Tomaschitz

2 comentários em “XI Mostra Cultural Afro-brasileira e Indígena ocorre nesta quarta-feira

  • 27 de Novembro de 2018 at 27 de Novembro de 2018
    Permalink

    Parabéns pelo ótimo trabalho…

    Reply
  • 28 de Novembro de 2018 at 28 de Novembro de 2018
    Permalink

    Em tempos de racismo, preconceito, discriminação e intolerância correlatas esse tipo de atitude se torna muito importante para a promoção da igualdade racial. Parabéns á professora, aos alunos e a toda comunidade escolar.

    Reply

Responder a Carlos Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *