Joinville é a não capital que mais gerou emprego no país em 2018

São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF) e Curitiba (PR) são as únicas cidades, todas capitais de seus estados (e seu distrito), que geraram mais empregos formais do que Joinville neste ano. A cidade registrou a abertura de 9.081 no acumulado do ano até outubro. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

A cidade lidera o ranking catarinense de geração de empregos, com mais do que o dobro de vagas sobre a segunda colocada, Blumenau, que gerou 4.031 empregos. Brusque, Chapecó e Jaraguá do Sul completam o topo da lista.

Em outubro, foram 8.406 admissões na cidade contra 6.975 demissões, o que dá um saldo de 1.431 vagas. O resultado contribuiu para fazer de Santa Catarina o segundo estado que mais gerou empregos em no mês passado, atrás apenas de São Paulo. Foram 9.743 novos empregos com carteira assinada.

A maior parte das vagas joinvilenses no mês foram criadas no setor de serviços: 629. A indústria gerou 476 empregos e o comércio foi responsável por 371 novas contratações. Por outro lado, a construção civil ficou com saldo negativo: 44 vagas a menos. A agropecuária fechou sete postos de trabalho.

Texto: Felipe Silveira | Foto: Tupy | Informações: Caged

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *