Artistas criticam atrasos no Simdec e tratamento da prefeitura ao setor cultural

O Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC) usou a Tribuna Livre da Câmara de Vereadores de Joinville (CVJ) na sessão desta quarta-feira (31) para apelar aos vereadores que cobrem a prefeitura quanto a atrasos no lançamento do edital do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura (Simdec). Produtores culturais e artistas encheram o plenário.

De acordo com o presidente do CMPC, Anderson Dresch, nos últimos anos têm ocorrido atrasos na publicação do edital do Simdec, o que prejudica a produção cultural na cidade. Em 2018, até o momento, não foi lançado edital.

“Esse ano nós praticamente já jogamos a toalha, porque já é novembro e nada de sair edital do que seria o principal fomento cultural em Joinville”, afirmou.

Anderson criticou a falta de diálogo na elaboração e o conteúdo do Decreto 30176/2017, assinado pelo prefeito Udo Döhler. Para ele, o decreto engessou a produção cultural da cidade, burocratizando a liberação de recursos. “O decreto vai na contramão de tudo que se pensa em legislação cultural, não melhorando em nada a cultura”, afirmou o artista, que ainda leu uma nota de repúdio ao tratamento dado pela prefeitura ao setor.

Alguns vereadores usaram o tempo destinado aos partidos políticos para comentar as críticas e sugeriram fazer um debate na CVJ sobre o assunto. O presidente da Comissão de Educação, Claudio Aragão (MDB), afirmou que vai convocar uma reunião extraordinária da comissão, convidando os secretários envolvidos para debater os problemas com o Simdec, mas não chegou a definir data.

Edição: Felipe Silveira
Foto: Nilson Bastian/CVJ
Informações: CVJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *