Em nota oficial, Udesc se compromete a contratar professores

Diante da manifestação de estudantes do curso de Engenharia Civil pela falta de professores efetivos, a Udesc emitiu uma nota oficial sobre o tema. A universidade estadual afirma que um professor deve ser integrado ao curso no próximo semestre e está estudando soluções para o caso.

A assessoria de imprensa da instituição confirmou que o curso com apenas 18 professores efetivos, sendo que o número ideal seria de 27. A direção da Udesc Joinville registrou que apoia a manifestação dos estudantes.

“A direção do CCT entende e se solidariza com o movimento dos estudantes, professores e técnicos do Curso de Engenharia Civil. Temos sempre defendido com firmeza as demandas do Departamento de Engenharia Civil junto e à Reitoria e às instâncias superiores da UDESC e continuaremos não medindo esforços para que o curso esteja sempre no patamar acadêmico de excelência, integrando a graduação e a pós-graduação em Engenharia Civil”, comentou o professor doutor Sérgio Henrique Pezzin, que é o diretor-geral em exercício.

Nota oficial

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) esclarece que está atenta à questão relacionada aos docentes que ocorre no curso de graduação em Engenharia Civil, na Udesc Joinville, e que está em estudo uma solução definitiva para resolver o problema.

No início do próximo semestre, serão convocados 34 professores efetivos aprovados no último concurso para todos os campi da universidade. Deste quantitativo, um novo professor efetivo será destinado ao curso de Engenharia Civil, embora a demanda neste curso seja maior, hoje coberta por professores substitutos.

As contratações ainda não foram feitas pois elas extrapolariam o limite de 49% reservado à folha de
pagamento do Governo do Estado.

Em paralelo, a Pró-Reitoria de Planejamento (Proplan) da Udesc, órgão ligado à Reitoria, esteve reunida nesta terça-feira, 25, com professores do Departamento de Engenharia Civil, em Joinville, e assumiu o compromisso de apresentar uma metodologia contínua de contratação de novos docentes para reposição em casos de aposentadoria e exoneração. Com isso, serão estabelecidas regras para serem aplicadas em toda a universidade.

Texto: Felipe Silveira
Foto e informações: Udesc

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *