Joinville participará de manifestação nacional de mulheres contra Bolsonaro

A manifestação joinvilense de repúdio a Jair Bolsonaro já está marcada. Ela vai ocorrer no sábado (29), a partir das 15 horas, com concentração no Parque das Águas (ao lado da Cidadela Cultural Antarctica) e passeata na sequência. Atos de mulheres contra o candidato do PSL vão ocorrer em todo o país e em mais 15 cidades mundo afora.

Clique aqui para confirmar presença no evento

O objetivo da manifestação, segundo a organização, é protestar contra a eleição de um candidato que claramente já se posicionou contra os direitos das mulheres e de minorias como LGBTs, negros e indígenas. As mulheres, diz a nota, “também querem reforçar o apoio feminino à democracia que, a julgar pelas declarações recentes de integrantes da chapa do referido candidato, está ameaçada com a eleição dele”.

O movimento de mulheres contra Bolsonaro, que utiliza as hashtags #EleNão e #EleNunca, entre outras, ganhou força nas últimas semanas. Pesquisa do instituto Ibope divulgada na última segunda-feira (24) mostra que a rejeição ao candidato aumentou e seu crescimento estagnou.

“É um evento organizado por mulheres, mas que acolhe a todos que desejam se posicionar contra o fascismo e o atentado à nossa democracia”, explica Michele Eger Minte, uma das organizadoras. Ela explica que a mobilização é pacífica e aberta às famílias, sugerindo, ainda, que os manifestantes levem água, lanches e cartazes que enfatizem o #EleNão.

“Em Joinville nos mobilizaremos para demonstrar à cidade, que é formada por imigrantes, o quanto nossa história transparece a importância do respeito às diferenças, expressando através das minorias, que jamais iremos nos curvar à um governo misógino, xenofóbico, racista e homofóbico”, comenta Michele.

Texto: Felipe Silveira
Foto: Organização